Boa noite!           Quarta 13/12/2017   18:52
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Notícias > Políticas de Prevenção a Desastres são Debatidas no Japão
Políticas de Prevenção a Desastres são Debatidas no Japão
Secretário de municipal de Defesa Civil participa de fórum com os japoneses

Ação faz parte do Projeto de Gestão Integrada de Riscos em Desastres Naturais (Gides)
 
09/08/2017 - 16:13 - O secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, participou na segunda-feira (07.08) de um debate com o tema “Políticas Gerais para Prevenção de Desastres”. O objetivo da ação é contribuir com o manual de redução dos desastres naturais que está sendo criado dentro do Projeto de Gestão Integrada de Riscos em Desastres Naturais (Gides). O material vai reunir o trabalho desenvolvido nos últimos três anos e meio nas cidades de Petrópolis, Nova Friburgo e Blumenau (SC). 

Paulo Renato apresentou as ações de prevenção realizadas pela prefeitura este ano e participou de uma visita a uma fábrica japonesa que produz sistemas de alerta. A presença nas atividades, segundo o secretário, está sendo bastante proveitosa, com grande aprendizado e troca de informações.

“Também apresentamos todas as nossas atividades voltadas à prevenção de desastres. O Japão é uma referência mundial no assunto e
​ 
​a troca de informações​ ​tem sido muito importante. Esperamos construir a ideia da resiliência em Petrópolis com o apoio dos japoneses”, afirma o secretário de Defesa Civil.

Recentemente, Petrópolis foi indicada pela Organização das Nações Unidas (ONU) como cidade com potencial para se transformar em modelo mundial para redução de riscos de desastres. Segundo o secretário de Defesa Civil, o Japão deve servir como inspiração para o município.
 
“Estamos aprendendo com o que há de mais avançado no mundo em matéria de prevenção de desastres. Vamos reunir os avanços obtidos nos três municípios brasileiros, destacando Petrópolis, que vem cumprindo com todas as metas do Projeto Gides”, afirma.
 
O Projeto GIDES é executado pelo Ministério das Cidades, pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação - CEMADEN, pelo Ministério da Integração - CENAD e pelo Serviço Geológico Brasileiro – CPRM, contando com a cooperação de especialistas japoneses do Ministério da Terra, Transporte, Infraestrutura e Turismo – MLIT, da Agência de Meteorologia do Japão e de outros órgãos de expertise na área, por meio da Agência de Cooperação Internacional do Japão – JICA.
Spa Serra Morena