Boa tarde!           Terça 23/10/2018   13:48
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > História

Aqui nesta seção, o Netpetropolis vai contar um pouco da história de Petrópolis. Com a participação de alguns colaboradores, os visitantes e os moradores podem saber um pouco mais sobre a colonização alemã, a imigração de italianos, franceceses, austríacos, da história de alguns bairros, enfim artigos que vão contribuir para que nossa memória seja preservada e valorizada. 
Mensalmente serão incluídos novos artigos sobre a História de Petrópolis.

Agrademos a colaboração do Dr. Arthur Leonardo de Sá Earp  e à Diretoria do IHP que nos autorizou a linkar algumas matérias do Instuto Histórico de Petrópolis, formando conosco uma parceria para divulgar e promover um pouco mais a nossa história.  

As pessoas interessadas em acessar o site do Instuto Histórico de Petrópolis devem seguir o endereço:
www.ihp.org.br 

A Estrada de Ferro de Petrópolis foi a primeira construída no Brasil. Coube o feito ao engenheiro Ireneu Evangelista de Souza, Visconde de Mauá, após conseguir do Governo Imperial a concessão exclusiva para a navegação a vapor entre a cidade do Rio de Janeiro e o fundo da Baía de Guanabara.

  Joaquim Eloy Duarte dos Santos

O jornalista, escritor, professor de História e Geografia, Paulo Monte, em seu discurso de posse na Associação de Ciências e Letras, a hoje Academia Petropolitana de Letras, na tarde de domingo, 26 de julho de 1925, homenageando a figura notável de Franklin Távora, disse sobre a profissão de jornalista:

Conheça alguns fatos importantes para a cidade de Petrópolis que aconteceram durante o Mês de Fevereiro.

  • 1º de fevereiro de 1876 - Inauguração da Biblioteca Municipal. (137 anos atrás)
    .
  • 05 de Fevereiro 1911 - Inauguração no jardim da Praça Dom Pedro do monumento a Dom Pedro II (102 anos atrás).
    .
  • 18 de fevereiro de 1883 - A inauguração oficial da Estrada de Ferro Princípe do Grão Pará e de sua estação em Petrópolis (130 anos atrás).

  • 11 de fevereiro de 1883 - Chega a Petrópolis, às 9 horas da manhã, a 1ª locomotiva (130 anos atrás).

Veja alguns fatos importantes do mês de outubro

Após 122 anos da abolição da escravatura, em 13 de Maio de 1888 e 164 anos de seu nascimento em 29 de Julho de 1846 gostaríamos de convida-los a conhecer um pouco mais sobre D. Isabel - a Redentora.

Em 29 de novembro de l925, com imponente cerimônia religiosa, foi inaugurada a nova Matriz, posteriormente Catedral de Petrópolis, após quase cinqüenta anos de esforços. A grande inspiradora e principal benfeitora da construção da Catedral foi, sem dúvida, a Princesa Isabel. Foi ela quem insistiu junto ao Imperador, seu pai, na construção do novo templo, no morro do Belvedere, em razão das condições modestas da primeira Matriz, construída em l848, em frente ao Palácio Imperial.

Joaquim Eloy dos Santos

No Brasil dos homens surgiu num espanto a mulher desafiadora, corajosa, inteligente, vivaz, nascida a 10 de junho de 1886, filha de um dos notáveis do Império, Antonio Luiz Von Hoonholtz, o Barão de Teffé e esposa Maria Luisa Dodsworth, de família de expressiva tradição.

Em meados do mês de agosto de 1955, Petrópolis andava em rebuliço com as notícias da inauguração de um teatro na cidade, o teatro da Escola de Música Santa Cecília.....

8 de setembro de 1877

Foi inaugurada a Igreja do Sagrado Coração de Jesus, em presença de S.S.A.A. Imperiais, e do Núncio Apostólico Dom César Roncetti........

Petrópolis, ou antes a Fazenda do Córrego Seco teve seu destino determinado pelo decreto imperial de 16 de março de 1843: construção de um palácio para o Imperador, com suas dependências e jardins, terreno para uma povoação que deveria ser aforado a particulares assim como cem braças dum e doutro lado da estrada geral que cortava a fazenda para também ser aforado a particulares (com dimensões determinadas). Havia, ainda a recomendação de demarcar terrenos para uma igreja com a invocação de São Pedro de Alcântara e para o cemitério da povoação. Assim seria local de vilegiatura para a Família Imperial e desenvolver-se-ia como uma povoação comum....

Jeronymo Ferreira Alves Netto 

 

 O Palácio Rio Negro, foi edificado em dois prazos, localizados na atual Avenida Koeler, adquiridos à viúva do colono Pedro Klippel, por Manuel Gomes de Carvalho, Barão do Rio Negro, em l889.
Por pouco tempo residiu o Barão no imponente edifício que, em l896, quando Petrópolis era a capital do Estado, foi adquirido pelo doutor Joaquim Maurício de Abreu, então Presidente do Estado do Rio de Janeiro, por 300 contos de réis. Na oportunidade, segundo nos informa Fróes, " o segundo andar do Palácio transformou-se em moradia do Presidente, enquanto no primeiro andar, foram instalados os serviços administrativos, nas três salas ali existentes. 
Assim, Petrópolis, que no final do século XIX havia se tornado uma mini-corte imperial, onde no Palácio de Verão de Dom Pedro II se decidiam os rumos da história do país, guardadas as devidas proporções, continuou a desempenhar este importante papel na República, tendo como centro o Palácio Rio Negro.....

Hino de Petrópolis

Hino

 

Petrópolis,

tens do passado gloriosas tradições,

Petrópolis,

cultura e fibra de homens de outras nações,

Que lutaram e criaram as riquezas,

guardaram as belezas

que devemos defender.

Petrópolis,

tranqüilidade, nossa fonte de saúde;

Petrópolis,

o teu futuro é a tua juventude

que estuda e trabalha consciente

de que a luta no presente,

vitória vai trazer.

Para frente, para o alto,

construir,

com amor e com vontade,

progredir,

vem viver aqui na serra,

onde a sorte nos sorri.

Quem pensa que é feliz em outra terra                             BIS

é porque

ainda não viveu aqui.

 

(Letra e Música de autoria de Geraldo Ventura Dias)

Fonte: www.petropolis.rj.gov.br

O Decreto Imperial nº 1031, de 07.08.1852, concedeu autorização a Mariano Procópio Ferreira Lage para a construção da Estrada União e Indústria.....
Spa Serra Morena