Bom dia!           Tera 23/07/2024   08:32
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Notícias > Julho Amarelo em Petrópolis: Campanha de prevenção às hepatites virais mobiliza a cidade
Julho Amarelo em Petrópolis: Campanha de prevenção às hepatites virais mobiliza a cidade
28/06/2024 - Palestras, mobilizações em espaços públicos, testes rápidos, entre outras ações, marcarão o mês de julho em Petrópolis. Isso porque a Prefeitura está engajada na campanha nacional Julho Amarelo, de prevenção e controle das hepatites virais. As ações estão sendo organizadas pelo Serviço de Assistência Especializada Dra. Susie Andries (antiga Área Técnica de IST, HIV e Hepatite B e C) da Secretaria de Saúde.

“Nos últimos anos, a cidade tem participado ativamente da campanha 'Julho Amarelo'. Seu objetivo é aumentar a conscientização sobre a importância da prevenção, diagnóstico precoce e tratamento das hepatites virais. São realizadas diversas atividades, como distribuição de materiais informativos, testes rápidos, entre outros”, explica o prefeito Rubens Bomtempo. O Dia D da campanha acontece em 26 de julho na Praça da Inconfidência, com distribuição de panfletos, ações informativas e testagens para as hepatites B e C.

A campanha também incentiva o diagnóstico precoce e o tratamento das pessoas infectadas, com foco especial em populações vulneráveis, como idosos, portadores de doenças crônicas e usuários de drogas injetáveis. “Por isso, nossa primeira programação, marcada para o dia 3 (quarta-feira), será com idosos atendidos em instituições de longa permanência”, conta o secretário de Saúde, Ricardo Patuléa. A ação será realizada em uma parceria entre o SAE e a Área Técnica da Saúde do Idoso, todas as quartas-feiras do mês de julho.

No Brasil, as hepatites virais representam um grave problema de saúde pública, com cerca de 24 mil casos confirmados em 2022, sendo a hepatite C a de maior incidência. A campanha "Julho Amarelo" busca a redução de 90% dos casos de pessoas infectadas e de 65% das mortalidades associadas às hepatites até 2030, conforme as metas estabelecidas pela Organização Mundial da Saúde.

Segundo Sandra Pinto, coordenadora do SAE, no dia 31 de julho, às 14h, haverá, no Pavilhão de Ensino do DIP, uma programação de educação permanente para médicos, dentistas e enfermeiros da rede de Atenção Básica do município. A capacitação será ministrada pelo médico infectologista do DIP e professor da Unifase, Luis Arnaldo M. Pereira. “Além disso, PSFs e UBSs também estarão mobilizados, realizando atividades diversificadas como salas de espera, rodas de conversa, testagens, palestras e intervenções comportamentais no território”, adianta.
Programação dos filmes em cartaz