Bom dia!           Segunda 23/05/2022   10:42
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Notícias > Região Serrana cria 1,2 mil Novos Postos de Trabalho no Mês de Novembro
Região Serrana cria 1,2 mil Novos Postos de Trabalho no Mês de Novembro
Análise feita pela FIRJAN mostra que a região gerou mais de 5,5 mil empregos de janeiro a novembro de 2021

28/12/2021 - 10:48 - Os dados agregados de todos os setores econômicos (indústria, comércio, serviços e agropecuária) mostram que a Região Serrana gerou 1.207 empregos no mês de novembro, sendo o comércio o setor que mais gerou vagas (692).  

No acumulado no ano, a região criou  5.516 novos postos de trabalho formais de janeiro a novembro de 2021.  A análise feita pela Firjan, a partir da plataforma Retratos Regionais, revela ainda que a Petrópolis possui o maior saldo positivo com 3.229 em todo o ano, sendo 702 só em novembro. Teresópolis soma 2.287 novas vagas em 2021, com 505 no mês de novembro.

Segundo Júlio Talon, presidente da Firjan Serrana, o saldo positivo na geração de empregos é sinal de que a economia está reagindo bem: “Depois de um ano de muita incerteza, percebemos que todos os setores estão reagindo, a confiança do empresário está sendo restaurada e a retomada econômica é uma realidade. A expectativa é de que nos próximos meses esses números melhorem e a nossa região avance ainda mais na geração de emprego e renda”, ressalta o empresário.

Números no Estado:

O estado do Rio abriu 35.654 postos de trabalho formais em novembro e alcançou a posição de segundo maior contratante do país. Análise feita pela Firjan, a partir da plataforma Retratos Regionais, aponta o 10º resultado positivo consecutivo e representa a maior abertura de vagas no estado desde o início da nova série histórica do CAGED, desbancando o recorde anterior registrado em novembro do ano passado (+32.399). Com mais este resultado positivo, o mercado de trabalho formal fluminense agora está 39.753 postos de trabalho acima do nível pré-pandemia (fevereiro/2020). Especificamente na indústria, os dados do Caged apontam que o Rio de Janeiro liderou as contratações no Brasil.

“Sem dúvidas, 2021 está sendo o ano da retomada do desenvolvimento e da recuperação econômica. A expectativa da Firjan é que, nas próximas divulgações dos dados de empregabilidade, os resultados continuem positivos para os grandes setores e para a maioria dos municípios fluminenses”, avaliou Rodrigo Santiago, presidente do Conselho Empresarial de Economia da Firjan.

Em novembro, o setor industrial abriu 4.343 postos de trabalho. A Construção Civil (+1.962) seguiu se destacando, seguida por Manutenção, Reparação e Instalação de Máquinas e Equipamentos (+952) e Fabricação de Produtos Alimentícios (+509).

No comércio, o saldo foi de 16.511 contratações. Os maiores volumes de contratações ocorreram nos segmentos Vestuário e Acessórios (+3.992), Hipermercados e Supermercados (+2.745) e Calçados e Artigos de Viagem (+1.969), movimento alinhado com o período de vendas de final de ano. Já o setor de Serviços abriu 15.383 vagas no mês com destaque para Restaurantes e Outros Estabelecimentos de Serviços de Alimentação e Bebidas (+3.085) e Transporte Rodoviário de Carga (+1.698).

No acumulado de janeiro a novembro deste ano, o estado do Rio já abriu 180 mil novas vagas de emprego com carteira assinada, distribuídas entre os setores de Serviços (+99,3 mil), Comércio (+40,9 mil), Indústria e Construção (+38,1 mil), e agropecuária (+1,9 mil). As contratações estão disseminadas por todo estado, com 87 dos 92 municípios apresentando saldo positivo no acumulado de janeiro a novembro, com destaque para a capital (+83,3 mil), Macaé (+11,2 mil), Niterói (+8,7 mil), São Gonçalo (+5,1 mil), Duque de Caxias (4,9 mil) e Campos dos Goytacazes (4,6 mil).

Plataforma Retratos Regionais

A plataforma Retratos Regionais da Firjan tem como base o saldo de empregos formais disponibilizados no Caged. Em painel setorial são disponibilizados dados específicos dos setores industriais. Em painel regional, que também permite a busca por município, é apresentado o cenário geral de empregos, incluindo todos os grandes setores. A plataforma pode ser acessada através deste link.

Naiara Rentes - FIRJAN
Programação dos filmes em cartaz