Bom dia!           Sábado 16/02/2019   07:31
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Notícias > Edital para obra de revitalização da União e Indústria será lançado até abril
Edital para obra de revitalização da União e Indústria será lançado até abril
07/02/2019 - 16:07 - As obras para recuperação dos 25 quilômetros da Estrada União e Indústria no trecho entre o Retiro e Pedro do Rio devem começar ainda nesse primeiro semestre. A expectativa é de que o edital da obra orçada em R$ 40 milhões seja publicado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte em abril. A informação foi confirmada pelo DNIT nessa quinta-feira (07.02) durante a missão de governo liderada pelo prefeito Bernardo Rossi em visita à Brasília.

“Nossa gestão se preocupa de Petrópolis ter uma excelente abertura com os governos federal e estadual. Avançamos muito em dois anos e novo federal queremos mais obras e projetos”, afirma o prefeito Bernardo Rossi frisando que a gestão municipal acompanhou os pedidos de Petrópolis na transição para a gestão Bolsonaro “para que tivessem continuidade, são estruturais para a cidade e estamos demonstrando isso nas esferas estadual e federal”.

A aprovação da obra já foi publicada no boletim do DNIT de janeiro e Adriano Sousa, diretor de Infraestrutura Rodoviária do Ministério de Infraestrutura, demonstrou que os procedimentos para a recuperação da União e Indústria têm prioridade na pasta.   “Continuaremos acompanhando o processo para garantir que a revitalização saia do papel. As pequenas intervenções, como tapa buraco, começaram em algumas localidades, mas, a estrada precisa de uma reforma total”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

A possibilidade de ajustes durante a obra também foi um assunto abordado na reunião. “O município enxerga a necessidade de algumas adaptações como a construção de baias para ônibus e recuos e fazemos questão de acompanhar o processo para que todos sejam beneficiados com essa obra”, pontua o secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini.

O projeto de reforma prevê a pavimentação, sinalização e melhorias na drenagem de todo o trecho entre o Retiro e Pedro do Rio – que é de responsabilidade do DNIT. A prefeitura vai realizar, no decorrer da obra, pequenas intervenções como a construção de baias de ônibus e pequenos alargamentos na pista.

Vale salientar que o projeto foi apresentado para o Ministério Público Federal em setembro de 2018 e a prefeitura instituiu um grupo de trabalho para acompanhar todo o trâmite da recuperação da Estrada União e Indústria. Além das secretarias de Obras, de Desenvolvimento Econômico e da CPTrans, a Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica também compõe este grupo de trabalho, ao lado dos empresários Jorge de Botton e Aloísio Rodrigues e do vereador Maurinho Branco.

A reforma da União e Indústria se arrasta há quase 10 anos. Em 2009, a justiça determinou que o DNIT fizesse um projeto de recuperação da estrada, o que não ocorreu e rendeu uma multa de R$ 14 milhões ao órgão. Em 2011, o projeto até foi idealizado, mas não saiu do papel. Em 2016, uma licitação foi feita, mas a vencedora abriu mão do contrato e a segunda colocada não teve interesse na obra. Desde 2017, a prefeitura cobra que o Dnit finalmente realize a reforma.

Regularização fundiária das famílias que moram as margens da BR-040

O direito à moradia das famílias que residem às margens da BR-040 foi outro assunto abordado durante a visita em Brasília, em uma nova reunião no Ministério de Infraestrutura, nessa quinta-feira (07.02). A reunião contou com a participação da equipe do governo municipal -  secretário de Desenvolvimento Econômico, Marcelo Fiorini; diretor do Departamento de Agricultura, José Mauricio Soares, o diretor de Habitação e Regularização Fundiária, Antônio Neves e Euler Santos, assessor especial do Minfra.

“O encontro foi muito positivo. O novo governo criou uma subsecertaria para tratar dos assuntos referentes à regularização fundiária das famílias que moram ao longo das rodovias e marcaremos uma reunião com Concer, DNIT e o Minfra para discutir o problema dessas famílias, com atenção especial as famílias que estão com ação judicial de despejo. Também vamos discutir o assunto com o Ministério Público Federal e buscar uma solução para essas pessoas que precisam da garantia de moradia”, comentou Antonio Neves.
Spa Serra Morena