Bom dia!           Terça 16/07/2019   11:54
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Palestras e Workshops > Profissionais do Projeto Viva Paz capacitam técnicos da Setrac
Profissionais do Projeto Viva Paz capacitam técnicos da Setrac
12/09/2012 - 17:07 - Escutar e aprender a se colocar no lugar do outro. É seguindo esse ensinamento que o grupo da Casa de Criança e do Adolescente, de Volta Redonda, chegou a Petrópolis, por meio do Projeto Viva Paz, para difundir e propagar essa ideia a 24 técnicos da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), nesta quarta (12) e quinta-feira (13), entre 8h e 17h. O objetivo é prevenir a violência, principalmente contra a criança e o adolescente, disseminando a cultura de paz de forma mais abrangente.

A oficina de sensibilização, conforme explica o educador Bruno Pereira da Silva, um dos técnicos responsáveis por passar a metodologia adiante, leva um novo conceito aos profissionais que lidam com crianças e adolescentes a partir da junção de duas áreas de atuação:

“Dentro de um quadro da psicologia e da metodologia educacional, foi pensada a questão da cultura de paz a partir do reconhecimento individual de cada pessoa. Direitos humanos, mediação de conflitos e comunicação violenta são algumas técnicas utilizadas para conseguir um diálogo assertivo, realizando o enfrentamento a violência de forma mais eficiente”, explica Bruno.

O Projeto Viva Paz vem para contribuir para o fortalecimento de proteção e promoção da cultura de paz no estado do Rio de Janeiro. Em parceria com a Petrobrás, o projeto abrange 21 municípios, sendo nove deles da Região Serrana – coordenados pelo núcleo de Nova Friburgo. Tem como meta romper com a atual cultura de violência existente na sociedade e propagar a proposta de paz, com base na tolerância, respeito mútuo, amor ao próximo e na garantia dos direitos fundamentais.

“Temos o feedback positivo das pessoas que já participaram das oficinas pelos locais onde já passamos. Elas nos contam que começaram a aplicar isso, além das suas áreas de atuação, em seu dia-a-dia e que a tolerância passou a fazer parte de suas rotinas. Esse aprendizado é algo que queremos difundir a todos”, salientou Bruno.

Para a psicóloga do Conselho Tutelar de Itaipava, Isabela Soares Wildberg, a questão da cultura de paz é muito relevante. “É importante você aprender a olhar a realidade do outro ao invés de impor a sua verdade. Escutar é essencial. Saber o que levou alguém a fazer algo, antes de julgar e condenar. Esses ensinamentos, na verdade, devemos aplicar na nossa vida e não apenas no trabalho”, destacou Isabela.

Programação dos filmes em cartaz