Boa tarde!           Segunda 21/10/2019   14:18
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Entretenimento > Teatro > A Varanda de GOLDA
A Varanda de GOLDA
Texto de William Gibson

 O monólogo A VARANDA DE GOLDA apresenta um dos períodos mais ricos da história de Israel. Durante a guerra do Yom Kippur em 1973, a primeira ministra Golda Meir luta para conseguir a ajuda dos Estados Unidos que significava a única esperança de sobrevivência do Estado de Israel. No espetáculo, que tem direção de Ary Coslov, Golda Meir é interpretada por Rosane Gofman.

O espetáculo traz à tona os dois lados da vida política de Golda: uma mulher enraizada nos conceitos éticos do kibbutz, mas que por outro lado, em segredo, comanda o desenvolvimento das armas mais destrutivas que o homem criou: as armas nucleares. Com mais de 30 anos de carreira em teatro, a atriz Rosane Gofman enfrenta o desafio de interpretar essa grande mulher. “É muito difícil interpretar uma personagem que existiu, ainda mais uma grande mulher como a Golda. É uma peça difícil, com muito texto, e traz um certo medo mesmo, mas estou alucinada com esse trabalho, apaixonada pelo diretor e isso me dá tranqüilidade para enfrentar a responsabilidade de interpretar alguém tão importante para a história mundial”, revela a atriz, que já viveu no palco a experiência de outro monólogo, Amor Perfeito de Denise Crispum.



Rosane Gofman fala da parceria com o diretor Ary Coslov com bastante entusiasmo. O projeto da peça já existia há cerca de quatro anos, mas Coslov só assumiu a direção este ano. “Estou aprendendo muito com ele e isso está sendo muito importante para a criação da personagem. O Ary sabe muito sobre essa parte da história e me traz todas as informações que eu preciso”. Por outro lado, o diretor garante que a atriz é perfeita para o papel. “é um texto muito vibrante, com alguns suspenses, algumas surpresas apesar de todos já conhecerem a história de Golda. É um bom exemplo da dramaturgia americana da mais alta categoria”, garante Coslov.

Meir se reveza entre telefonemas desesperados para Henry Kissinger e o embaixador dos Estados Unidos em Israel, Simcha Dinitz, e seu chefe de equipe, David Elazar. Revivendo sua história pessoal, ela nos leva aos seus primeiros anos sob o comando dos russos, para sua infância em Milwakee e sua paixão simultânea pelo Sionismo e por Morris, o homem que quis casar-se com ela, e casou, mesmo declarando "amar você é como amar a Pedra de Gibraltar."

Os trechos da vida privada de Golda nos dão amplitude e competência para a situação central. A história de uma mulher determinada a fazer mais do que apenas bolinhos motza, integrando sua vida com a do país que lutou para ver nascer em 1948. A peça se move organicamente do presente para o passado e do pessoal para o político. 

COMENTÁRIOS

A Varanda de Golda é uma extraordinária jornada de força, todos devem ver.
“Qualquer pessoa que ama teatro e que esteja preocupada com a história Judaica, e todo o resto do mundo também deve ver.”
— ELIE WIESEL, Prêmio Nobel da Paz Laureate de 1986

"Foi uma das mais fortes experiências teatrais da minha vida, dando vida a essa mulher excepcional durante um momento extraordinário. Retratou uma Golda heróica, fiquei emocionado, tocado e orgulhoso!"
— DAN GILLERMAN, Representante permanente do Israel à Nações Unidas

"Eu vim, eu vi, eu fui conquistado!
A Varanda de Golda é um evento extraordinário!
Essa peça maravilhosa da vida a Golda, a Israel e as pessoas Judias. Todos devem ver!"
— ABRAHAM H. FOXMAN, Diretor Nacional, Dept. Anti-Difamação

"Corra, não ande, para ver A Varanda de Golda, passará uma hora e meia de emoção com uma das maiores mulheres da História. Judeus especialmente serão tocados, mas pessoas de todas as religiões ficaram maravilhadas com essa peça espetacular. É um teatro triunfante, tem que ser visto!"
JUNE WALKER, Presidente Nacional, HADASSAH

"A Varanda de Golda é absolutamente imperdível! Esse espetáculo incrível possibilita que a platéia conheça a vida de uma das figuras mais importantes da história de Israel e revivam os eventos críticos desde a fundação de Israel até a Guerra de Yom Kippur." 
— MALCOLM HOENLEIN, Vice-Presidente Executivo, Conferencia de Presidentes das Principais Organizações Judaicas Americanas

"É um sucesso artístico que milagrosamente traz vida a uma geração dos mais influentes lideres de Israel. Uma noite esplendida no teatro, a peça ressoa com as forças internas de uma das grandes heroínas contemporânea."
— GLORIA B. COHEN, Presidente Internacional, Liga das Mulheres para Judaísmo Tradicional.

"Se torne parte da história viva através do brilhantismo de A Varanda de Golda. A peça é uma experiência transformadora; suas palavras e objetivos ressonaram com você por dias."
— MARSHA ATKIND, Presidente Nacional, Conselho Nacional da Mulher Judia 

”É emotiva, tocante e uma experiência cativante, na qual uma mulher visionaria, apaixonada e extraordinária é trazida para a vida de forma brilhante.  É história  revivida em um nível emocionante."
— MARCIA GENUTH, Presidente Nacional, Emunah da América

A vista da Varanda de Golda garante que você nunca mais verá Israel da mesma forma. A peça faz com que Golda volte a vida: e Golda no palco me fez orgulhosa, e estimulada por ser Judia. Se você quiser inspirar engajamentos para Israel, encoraje seus amigos e seus familiares para ir ver A Varanda de Golda. Eles irão lhe agradecer!"
— RABINO JEROME EPSTEIN, Vice Presidente Executivo, A Unida Sinagoga de Judaísmo Tradicional

"A melhor forma de aprender sobre Israel, é conhecendo seus maiores lideres, A Varanda de Golda nos introduz a extraordinária Golda Meir de forma poderosa, educacional e prazerosa. Assista a essa produção teatral assim que puder."
— RABINO ERIC YOFFIE, Presidente, Reforma da União Judaica

"É uma peça chocante e estimulante. Em 90 minutos mágicos, a riqueza, a complexidade e a humanidade de uma grande líder - que incorpora o século mais torturado, turbulento e triunfal da história Judaica. Os últimos 2000 anos é trazido a tona. Essa peça não pode deixar de ser vista!"
— RABINO SHLOMO RISKIN, Reitor, Institutição Ohr Torah

"É importante que pessoas de todas as idades assistam A Varanda de Golda, um pedaço de historia viva. Você sairá com um poderoso entendimento do que levou a fundação e a preservação do Estado de Israel. A Varanda de Golda é imperdível. 
 — JAMES S. TISCH, Ex-Presidente do Conselho, Comunidades da União Judaica, Presidente de Conselho de Conferencia de Presidentes das Principais Organizações Judaicas Americanas

"Uma extraordinária noite teatral e histórica. Uma historia pessoal, mas ao mesmo tempo uma historia de uma pessoa renascida. Tocante, engraçada e muito humana - Golda retorna a vida."
— RABBI SHELDON ZIMMERMAN, Vice Presidente da Renaissance Judaica, Comunidades da União Judaica 

”A Varanda de Golda junta as nossas emoções. Essa peça mostra uma das grandes mulheres judias de todos os tempos. Em momentos a peça me trouxe um gosto de angustia, em outros, me fez chorar, me senti inspirada e exultante. Essa peça não tem que ser mostrada para a próxima geração."
— RABBI YITZ GREENBERG, Presidente, Life Network Judaic


CURRÍCULO ROSANE GOFMAN

Rosane Gofman iniciou a carreira de atriz em 1975 quando entrou para O Tablado de Maria Clara Machado. Depois disso, durante 5 anos fez parte do grupo O Pessoal do Despertar, do qual também faziam parte Maria Padilha, Miguel Falabella, Daniel Dantas, Fábio Junqueira e Zezé Polessa. Com eles, montou espetáculos antológicos como Despertar da Primavera e Delito Carnal. 

Por sua atuação na peça infantil "Parabéns Pra Você", Rosane ganhou o prêmio Mambembe de melhor atriz, em 1981. Nesta mesma época começou a dar aulas de teatro e pela sua escola passaram nomes como Cláudia Rodrigues, Dado Dolabella e Alexandre Barilari, entre outros.

Na TV, a atriz participou de inúmeras novelas, desde 1983 quando fez a Estelinha de Louco Amor, de Gilberto Braga, até a mais recente, Escrito nas Estrelas de Elizabeth Jhin. Entre elas, sucessos inesquecíveis como Vale Tudo de Gilberto Braga, Chocolate com Pimenta de Walcyr Carrasco, Por Amor de Manuel Carlos e Tieta de Aguinaldo Silva, onde interpretou a Cinira, um de seus personagens mais marcantes. 

No teatro esteve recentemente em cartaz com as peças Toc Toc do francês Laurent Baffie e Amor Perfeito de Denise Crispum.


CURRÍCULO ARY COSLOV
Ary Coslov nasceu no Rio de Janeiro e começou sua carreira profissional como ator em 1963 com a peça "Aonde vais, Isabel?" de Maria Inês de Almeida, no Teatro Jovem. Até 1980, participou de mais de 20 peças, tendo atuações destacadas em "A Tempestade" de W.Shakespeare (1964), "Mortos sem sepultura" de Jean-Paul Sartre (1965), "Pequenos burgueses" de Gorki (1967), "Titus Andronicus" de W.Shakespeare (1975) e "A Fila" de Israel Horowitz (1979). Depois disso, dedicou-se à direção no teatro e na TV. Em 2008 recebeu os prêmios Shell e APTR (Associação dos Produtores de Teatro do Rio de Janeiro) como melhor diretor de teatro pela peça "Traição" de Harold Pinter. Depois de 30 anos, voltou ao teatro como ator em 2010 com a peça "Produto", de Mark Ravenhill.
Na televisão atuou em diversos programas e novelas desde 1963, dentre elas um dos maiores sucessos da TV brasileira, Escrava Isaura. Sua estreia na direção foi como assistente no primeiro episódio do seriado Carga Pesada em 1979 e, de lá para cá já foi o responsável pela direção de mais de 50 produções, entre novelas, minisséries, seriados e musicais. Seus últimos trabalhos na TV Globo foram as novelas Duas Caras, Caras e Bocas e Tititi.

FICHA TÉCNICA:

Elenco - Rosane Gofman como Golda Meir 
Texto - William Gibson
Direção - Ary Coslov e Marcelo Aquino.
Cenário e figurino - Colmar Diniz
Iluminação - Rogério Wiltgen
Programação Visual - João Carlos Guedes
Divulgação - Ana Gaio
Fotos - Guga Melgar
Produção Executiva - Valéria Meirelles
Direção de Produção - Guilherme Palmeira
Realização - Júpiter Teatro Produções


SERVIÇO:
Dias 07 e 08 de abril 
Horário: sábado às 18h e 21h /domingo às 18 h
Preço: R$ 20,00
Descontos: estudante, idoso e UNIMED – 50%
Local de Venda: Bilheteria do Teatro, Loja Intimidade e Thiamo

Classificação etária: 12 anos
Duração: 80 minutos
TEATRO AFONSO ARINOS / CENTRO DE CULTURA RAUL LEONI
PRAÇA VICONDE DE MAUÁ, 305 – CENTRO – 

TELEFONE: (24) 2233-1233 





NETPETROPOLIS SORTEIA:
 4 INGRESSOS COM DIREITO A 1 ACOMPANHANTE PARA SEÇÃO DE 21h DE SÁBADO DIA 07/04 
 INGRESSOS COM DIREITO A 1 ACOMPANHANTE PARA SEÇÃO DE 18h DE DOMINGO DIA 08/04

PARA PARTICIPAR RESPONDA À PERGUNTA:
Em que época é passada a história da VARANDA DE GOLDA?

Clique no botão abaixo, responda a pergunta e participe.

Programação dos filmes em cartaz