Boa noite!           Quarta 11/12/2019   01:58
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Caderno Cultura Netpetropolis > Contagem Regressiva Para a Abertura do 11º Festival de Inverno de Petrópolis/Dell´Arte
Contagem Regressiva Para a Abertura do 11º Festival de Inverno de Petrópolis/Dell´Arte

 27/06/2011 - Começa na próxima sexta-feira, dia 1º de julho, às 20h, na Catedral São Pedro de Alcântara o 11º Festival de Inverno de Petrópolis promovido pela Dell’Arte. A Abertura de Gala é composta de três imperdíveis obras.

 A primeira da noite é o admirável Prelúdio e Fuga sobre Bach, uma obra para órgão do compositor Franz Liszt interpretado por Marco Aurélio Lischt (órgão). Um programa dos mais sedutores, onde o recém reformado grande órgão da Catedral terá um lugar de honra.

 Em seguida, este mesmo músico, Marco Aurélio Lischt entra em cena novamente, desta vez acompanhado do trompetista Vinicius Lugon, interpretando o Concerto para Trompete e Orgão em Si bemol, de Tomaso Albinoni.

 Fechando a Abertura de Gala, a Orquestra de Câmara Jovem do Conservatório Brasileiro de Música apresenta a Sinfonia Concertante para violino e viola K364  de W. A. Mozart, com os solistas Daniel Guedes, na viola, e Gabriela Queiroz, no violino. A regência fica a cargo de Ueslei Banus. 

Como nas edições anteriores, serão mais de 40 eventos acontecendo em Petrópolis em charmosos espaços e históricos com a ilustre presença de artistas nacionais e internacionais. A grande novidade deste ano é a abertura das dependências do Palácio Rio Negro para a música. Os ingressos são a preços populares ou gratuitos. 

Dentro de um mês, Petrópolis, conhecida como a cidade imperial do Estado do Rio de Janeiro, será palco - mais uma vez - do atraente Festival Internacional de Inverno da Dell’Arte, que está festejando sua 11º edição este ano com programação inédita e primorosa a exemplo da Cia. Brasileira de Ópera com o espetáculo “Barbeiro de Servilha”, de Gioachino Rossini. Entre os dias 1º e 17 de julho, o público poderá apreciar grandes expoentes nacionais e internacionais da música clássica, do jazz, mpb, corais, teatro, palestras, ballet, além de jovens e promissores talentos com ênfase na música clássica.

O 11º Festival de Inverno é realizado pela Dell'Arte, empresa promotora de eventos e de soluções culturais, com 29 anos de existência, que acaba de ganhar o Prêmio Maestro Guerra Peixe de Cultura pela realização deste evento. De acordo com o Prefeito de Petrópolis, Paulo Mustrangi, “a união de esforços em torno da organização do Festival de Inverno tem feito da cidade um grande pólo cultural do interior do Estado do Rio de Janeiro”. Mustrangi ressalta que “a realização do Festival mostra, mais uma vez, o profissionalismo da encantadora pianista e produtora cultural, Myrian Dauelsberg, e sua dedicação em prol da propagação das mais diversas vertentes culturais de nosso país”. Myrian Dauelsberg é  também diretora artística e presidente da Dell’Arte.

 Os festivais de inverno tornaram-se uma tradição em Petrópolis, com repercussão no Brasil e na América do Sul. Além de mobilizar a população local e as redondezas, gera um grande movimento de turistas que normalmente lotam hotéis, pousadas e restaurantes durante todo o período do festival. “Este movimento vem beneficiar a cidade, sobretudo depois das chuvas de verão deste ano que deixou a região em situação emergencial”, ressalta Myrian Dauelsberg. Como diz o velho ditado, “depois da chuva vem a bonança”, a cidade está pronta para receber o festival. Paulo Mustrangi sublinha ainda que a realização do Festival de Inverno da Dell’Arte é um evento que já faz parte do calendário turístico de Petrópolis. Ele afirma que “a população da cidade, assim como seu trade turístico, só têm a ganhar, pois durante a realização dos festivais nosso município pode ser contemplado não só com os mais diversos eventos culturais, como registra normalmente um aumento de mais de 25% em seus hotéis, pousadas, restaurantes e nas vendas no comércio, principalmente no setor de modas da Rua Teresa.” Segundo o prefeito, essa união do turismo cultural com os turismos de vendas e gastronômico é fundamental para o desenvolvimento econômico da cidade.

Os ingressos são todos a preços populares e muitos espetáculos têm entrada franca mediante a doação de um quilo de alimento não-perecível. Os bilhetes podem ser adquiridos nos locais dos eventos e boa parte deles é destinada aos jovens, proporcionando-os acesso às variadas formas de manifestação das artes.

Os alimentos não-perecíveis recolhidos serão doados a 15 instituições: Asilo São José Bento Cottoleno, Casa dos Beneficiários Alcides e Castro, Amangis Assistenciais, Lar São João de Deus, Lar Santa Catarina, Ape, Pestalozi, Instituto Yolanda Duarte, Sociedade da Obra da Misericórdia, APPO – Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos, Associação Oficina de Jesus, Casa da Amizade e Paróquia da Catedral São Pedro de Alcântara.

Programação dos filmes em cartaz