Bom dia!           Quinta 21/10/2021   08:05
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Conversando com Tê > Conversando com Tê - Que Vida é Essa
Conversando com Tê - Que Vida é Essa

Por Tê Barbosa

“Liberdade é pouco. O que eu desejo ainda não tem nome.”
Clarisse Lispecctor


As luzes. As urzes. A paixão, sem emoção. Barulhos. Entulhos nas ruas. Nos becos, chão seco. Na grande cidade, loucura total. João, José e Maria sem rostos, sem nomes. No tempo, perdidos, bonecos sem vida e às vitrines expostos – estáticos. No corre-corre do dia, sem destino e sem rumo seguindo, buscando o quê? Não sabem e não querem parar pra saber.

Sonhar mais um sonho possível. Imaginar o sol docemente beijando a areia. Dançar com o vai e vem das ondas do mar, sentindo a vida pedindo atenção. Ah pobres radares! Maria, José e João não sabem que o dia é mais que fugaz.

A vida? Que ironia!

É mais que não ver; é ver além da agonia, amor e prazer de viver. Então, eu pergunto: que vida é essa? Que vida é essa que de tão louca parece engraçada e que tece, arma e disfarça; que nos leva em labirintos sem fim. A vida? É um samba rasgado; um pano riscado; um misto de querer e doer.

Então, me diga...

Que vida é essa que nos possui e devassa; que nos enternece – entristece – e nos larga; que nos consome em desejos sem par. Que vida é essa que nos nega, nos toma e enlouquece; que nos lança em sonhos desfeitos; que nos estilhaça em pedras de quebra-cabeças. Que vida é essa que percebemos no espelho ao avesso; que gera sentimentos traiçoeiros; que parece prisão.

Que vida é essa?

Enquanto a resposta não vem, vou largar o chinelo; pegar o tear; desatar do cinto, a fivela e vou brincar na areia; vou ser o vento que passa por todas as portas, o princípio de todos os fins que começam; vou me dispersar em gritos e auroras; vou viver apenas o agora. No final, com rima ou sem rima, eu só quero viver. Vive la libertè!


12/05/2010

Programação dos filmes em cartaz