Bom dia!           Quarta 16/10/2019   11:55
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Atrativos Turísticos > Igrejas Históricas de Petrópolis
Igrejas Históricas de Petrópolis

Capela Notre Dame de Sion
Localizada na Universidade Católica de Petrópolis, rua Benjamin Constant, 231 foi projetada em 1913 e construída a partir de 1914. Sua planta foi inspirada na Capela de Sion de Paris. Possui uma nave central e colaterais. O coro é de forma semicircular. A capela, em suas linhas de estrutura e ornamentação, apresenta um estilo renascentista. A parte mais interessante de sua construção é contituída pelas abóbadas e pelos grandes arcos.


Igreja Luterana 
Situada na Avenida Ipiranga, 1843 - Centro, tem sua história iniciada praticamente com a fundação de Petrópolis em 1843. É consequência da colização alemã que, para aqui, trouxe não só católicos, como também protestantes. Sabemos que até aquele ano , havia em Petrópolis 1921 alemães, sendo 711 evangélicos. O então administrador da Fazenda Imperial,  Koeler, escreveu ao presidente da província para que atendesse às aspirações espirituais não só de católicos como também de protestantes, como fora prometido aos colonos quando contratados na Alemanha.

A planta em forma basilical, tem a sua nave principal com o dobro do tamanho das naves laterais e, na fachada, uma porta central terminando em arco de plena volta é separada por 2 janelas que iluminam as naves colaterias. Por problemas financeiros, a torre só pode ser construída em 1903. Nela, podemos ver o relógio, doado pela família Schick em 1945 e 3 sinos regidos por mecanismo elétrico. O orgão de 16 registros e 987 tubos, da fábrica alemã Walcker foi inaugurado em 1916e, curiosamente não pode ser montado pelo técnico especializado da fábrica devido ã 1ª Guerra Mundial que estva acontecendo na época.


Igreja de Sant'anna e São Joaquim
Situada na Praça Monsenhor Aquiles de Melo, 01 - Cascatinha.
Apesar de não estar no roteiro de igrjas do centro histórico, esta é, não apenas um belo exemplo de igreja neogótica, como também o entorno  representaa trilogia da Idade Média: o poder civil,  com a Fábrica da Companhia Petropolitana, o militar, com o coreto que recebia as bandas marciais e o religioso, com a igreja.

Internamente, a igreja apresenta a nave central e, ao fundo, a abside semicircular separada da nave principal por um arco quebrado, não possuindo então o transepto, que caracteriza a planta da cruz latina. O teto é abobadado em quadros de madeira com pinturas sacras.


Igreja do Sagrado Coração de Jesus
Localizada Rua Montecaseiros, 95 - Centro.
Esta igreja tem sua origem intimamente ligada à própria história de Petrópolis, quando em 1837 aqui chegaram os primeiros imigrantes alemães. Os católicos que vieram no grupo, apesar de serem considerados brasileiros, falavam alemão e, com isso, era difícil de se fazerem compreender por um sacerdote que não lhes soubesse falar sua língua materna.

Vinte anos depois, é fundada uma escola para crianças (Escola Gratuita São José) e uma sociedade de canto. Em 8 de Setembro de 1874 é inaugurada a igreja de linhas gerais do estilo gótico.

A Igreja do Sagrado tem cumprido ao longo da história  missão de centro evangelizador. Foi à sua sombra que a "Editora Vozes” cresceu. E é no seu recinto que se abriga o Coral dos Meninos Cantores de Petrópolis, os Canarinhos. Com a colaboração dos fiéis, a paróquia está sendo restaurada. O altar será recuado e será adaptado um novo espaço para os músicos, leitores e comentaristas e a pintura do teto e da parede será restaurada.

 

Fonte: Igrejas Neogóticas de Petrópolis

Editora Crayon

Informativo dos Estudantes de Turismo da UCP Ano I – número 2


 

Catedral São Pedro de Alcantara
A “Matriz Velha” (como ficou conhecida) foi palco de importantes acontecimentos ligados a nossa história religiosa. Entretanto é conveniente assinalar que desde a inauguração desta matriz, já se pensava na contrução de uma outra mais importante, no morro do Belvedere. Todavia passavam-se os anos e a contrução do novo templo caiu no esquecimento. Não fosse o empenho da Princesa Isabel, o ambicioso não teria sido retomado.

As obras tiveram início com a redução do terreno,a construção dos alicerces e o desvio do Rio Almeida. A partir daí, arrastaram-se até  1892. Em 1901, sete anos após o início, houve interrupção das obras, provavelmente por falta de recursose o afastamento do Eng. Caminhoá, responsável da epóca.

Uma nova etapa é iniciada em 1914, pelo Eng. Heitor da Silva Costa. Onde hoje está localizado o altar-mor, naquela época, funcionava a sacrisita.

Em 1925, por falta de recursos,  o Eng. Heitor da Silva Costa deixou a construção sem finalizar a frete da Catedral.

Em 29 de Dezembro de 1929, é iniciada a campanha pró-fachada e dado início às obras para a conclusão da fachada, das capelas batismal e imperial e mais quatro pavimentos da torre. As três naves são inspiração de templos da Normandia, dos séculos XII e XIII, sem excessos na escultura.

Ao centro da catedral, sob a torre (de 70 metros) se desenha uma rosácea gótica e se recorta o tímpano em coroamento da imensa porta.

Hoje, com a ajuda do Dep. Roberto Jefferson que atualizou o projeto de restauração e reforma da Catedral junto ao Ministério da Cultura, com o patrocínio da Petrobrás, Eletrobrás e I.R.B. (Instituto de Resseguros do Brasil), a reforma administrada pela empresa Fazendo Arte, deixou de ser projeto e virou realidade! Foi feita a reforma total dos telhados, das partes fluviais, descupinização, revisão das rachaduras, limpeza das torres e dos pináculos e pintura interna.

Em 27 de Setembro de 2004 às 15:00h os sinos voltaram a tocar, houve uma liturgia da palavra presidida pelo Bispo Diocesano Dom Filippo Santoro, cantada pelo coral das Princesas de Petrópolis e ao final seguiram até o Parque de  Exposições em Itaipava, onde aconteceu a celebração popular coma Santa Missa em ação de graças, com a presença do Padre Marcelo Rossi e outros sacerdotes. A Catedral São Pedro de Alcântara pode ser visitada de terça a domingo, de 08:00h às 12:00h e de 14:00h às 18:00h.

Saiba mais detalhes sober a Catedral São Pedro de Alcântara no link abaixo:  http://www.netpetropolis.com.br/lermais_materias.php?cd_materias=1007


Fonte: Administrção da Catedral de Petrópolis

Pe José Augusto Carneiro (Jac)

Informativo dos Estudantes de Turismo da UCP Ano I – número 2

disque turismo
Programação dos filmes em cartaz