Boa tarde!           Quinta 12/12/2019   12:01
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Ecoturismo e Aventura > Estrada do Imperador
Estrada do Imperador

No início do século XIX, havia a necessidade de se ligar,por via carroçável, dois pólos:  a Região Serrana e o Vale do Rio Paraíba do Sul. Petrópolis ainda em formação fazia parte do itinerário aos caminhos que levavam às Minas Gerais. Em 1724, o Atalho do Proença era a única via de interiorização ao Vale.






A pedido dos diversos viajantes e comerciantes que faziam esta viagem, a Província do Rio de Janeiro iniciou através de uma picada a construção de uma ligação entre Petrópolis e Paty do Alferes, um antigo pouso em que os tropeiros utilizavam na longa viagem até às Minas. Esta seria a principal estrada do comércio entre as duas  regiões.Assolada pelas chuvas e desabamentos, tão comuns na Serra do Mar, a estrada demorou aproximadamente, 38 anos para ser concluída, sendo seu projeto questionado.




Enfim, em 1848, por Óton Reimanus, a ligação foi concluída.
Segundo a historiografia, a via também tinha por finalidade ligar a região de Petrópolis com Vassouras, um importante centro comercial da Região Fluminense. 
A estrada possui este nome, pois o Imperador D. Pedro II, por volta de 1850-1860, cavalgava por horas no local. Até a década de 80, podia-se trafegar na antiga estrada, mas pelos efeitos da natureza, novamente a estrada foi abandonada, sendo tomada pela floresta, abrindo assim, um percurso ao Ecoturismo na região.

Características:
Distancia:
5 Km
Tempo de  Caminhada: 1h 20  m
Classificação: Média
Inclinação: 70 graus
Dicas: 1 litro de  Água, Short ou Bermuda, Protetor Solar, Alimentos.
Fotos/Texto: Anderson C. Felipe
pousada paraiso
Programação dos filmes em cartaz