Bom dia!           Sábado 16/02/2019   08:20
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Animais de Estimação > Equipe Petropolitana aceita Desafio #ChapolinChallenge e ajuda Animais de Rua
Equipe Petropolitana aceita Desafio #ChapolinChallenge e ajuda Animais de Rua
05/02/2019 - 11:26 - Responsabilidade social! Este foi o conceito que guiou a ação na última sexta-feira, dia primeiro de fevereiro.  A médica veterinária Priscila Mesiano,  a empresária Mariana Davies e o protetor Domingos Galante Neto se uniram, com apoio da Clínica Amigo Bicho,  Auqmia Pet Store,  VermiCanis Plus e World Veterinária para aplicar em uma primeira etapa vermífugo e antipulgas em 20 dos 35 animais de rua, no Centro Histórico e arredores. 

A ação social surgiu do desafio #ChapolinChallenge. A hashtag começou por conta de uma brincadeira entre as contas Chapolin Sincero e Domino's no Instagram. A página de humor sugeriu à pizzaria deixar a vida de pessoas em situação de rua mais feliz, distribuindo para elas pizzas na hora do almoço. A Domino's topou e desafiou com a hashtag outras pizzarias a fazer o mesmo.

“Conhecemos  a situação dos animais de rua em Petrópolis que precisam de ajuda e que essa era uma oportunidade para fazer muita coisa. A nossa ideia agora é desafiar os laboratórios de vacinas MSD, Merial, Zoetis e Boehringer porque todos têm vacinas Múltipla de qualidade para cães. Queremos vacinar estes 35 animais do Centro com a Múltipla, protegendo por um ano contra cinomose, parvovirose, leptospirose  e outras doenças. A Múltipla não é oferecida pela rede pública”, explica a veterinária. 

O que começou como uma brincadeira pode servir de inspiração para que outras equipes e empresas se unam na cidade e ajudem outras áreas necessitadas. “Sabemos que a 24 de Maio e o Independência,  por exemplo,  são áreas com grande quantidade de animais”, aponta Domingos.

Na ação também foi possível perceber a quantidade de lojistas e outros profissionais que trabalham próximo de onde ficam os cães e se sensibilizam pela causa animal, como, por exemplo, na Rua Sete de Abril,  Águas do Imperador e Praça da Inconfidência. O taxista Gilson, também conhecido como Macarrão,  na Praça do Skate, na medida do possível, tenta ajudar. “Eu sempre dou ração para estes cinco daqui, mas quando há apoio nessa parte de medicamento e vacina fica mais fácil”, avalia.

É importante lembrar que a multiplicação dos que ajudam não deve ser pretexto para o aumento do abandono, sendo que as pessoas e marcas citadas na matéria não são obrigadas a arcarem com a irresponsabilidade de quem descarta seus animais. De acordo com a lei brasileira, abandono e maus tratos a animais é crime!  A pena prevista pelo Art. 32 da Lei de Crime Ambientais é de detenção de 3 meses a 1 ano e multa. A pena prevista pelo Art. 164 do Código Penal é de detenção, de 15 (quinze) dias a 6 (seis) meses, ou multa.
Spa Serra Morena