Boa noite!           Quarta 23/01/2019   04:54
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Petrópolis participa de Programa contra Extinção de Saguis
Petrópolis participa de Programa contra Extinção de Saguis
Pesquisas são realizadas nas matas da cidade

03/01/2019 - 10:03 - Um grupo de pesquisadores do Projeto Aurita da Universidade Federal de Viçosa esteve em Petrópolis para uma pesquisa, parte do Programa de Conservação dos Saguis-da-serra - PCSS. O trabalho foi realizado na última semana, nas matas da cidade, consistindo em levantamentos para coleta de dados e identificação do habitat e distribuição da espécie na região.

O PCCS faz parte do Novo Pan (Plano de Ação Nacional) para Primatas lançado em 2018 pelo ICMBio - Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade e coordenado pela ONG PREA – Programa de Educação Ambiental. O Programa tem como foco a conservação de duas espécies de saguis, também conhecidos como micos ou macaquinhos, naturais das áreas montanhosas da Mata Atlântica do Sudeste do Brasil e ameaçados de extinção: o sagui-de-serra (Callithrix flaviceps), que ocorre no Espírito Santo; e o sagui-da-serra-escuro (Callithrix aurita), que ocorre nas regiões montanhosas do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

 A ameaça de extinção dos saguis ocorre devido à enorme perda de seu habitat natural (Mata Atlântica); por não serem bem adaptados ao convívio com seres humanos; e por estarem perdendo o pouco território que lhes resta para os saguis invasores provenientes do Nordeste e Centro Oeste.

Em Petrópolis, os pesquisadores encontraram grupos de C. Aurita (sagui-da-serra-escuro) puros nos limites da Reserva Biológica de Araras, do Parque Nacional da Serra dos Órgãos e da Reserva Biológica do Tinguá.

Um trabalho de Educação Ambiental também está sendo realizado sob o comando do coordenador do PCCS em Petrópolis, Alessandro Antunes. Palestras, dinâmicas, brincadeiras, teatro de fantoches, dentre outras atividades pedagógicas, já começaram a ser colocadas em prática, sendo o CAUCP – Colégio de Aplicação da Universidade Católica de Petrópolis a primeira unidade educacional a ser contemplada.

Participaram da pesquisa de campo em Petrópolis: o coordenador de Educação Ambiental da ONG PREA – RJ, Alessandro Antunes; e os integrantes do Projeto Aurita da UFV: o mestrando em Biologia Animal, Orlando Vitor Vital; os graduandos em Medicina Veterinária, Sarisha Trindade do Carmo, Larissa Vaccarini Ávila e Jorge Guimarães dos Santos; os graduandos em Ciências Biológicas, Natan Tomaz Massardi e Dante Feital Gjorup; e o Biólogo Rodrigo Bramili, do Rio de Janeiro.

Essa pesquisa tem sido patrocinada pela Beauval Nature Association (França) e pela AFdPZ – Associação Francesa de Parques e Zoológicos, e coordenada pelo Dr. Rodrigo Salles de Carvalho - primatólogo coordenador de pesquisa do PREA e membro da Sociedade Brasileira de Primatologia.

Fotolegendas:

Foto 1 - C. Aurita (foto: Amanda Melo)
Foto 2 - C. Aurita (foto - Mara da Motta)
Foto 3 - Larissa Vaccarini Ávila, Sarisha Trindade do Carmo e Alessandro Antunes.
Foto 4 - Orlando Vitor Vital e Natan Tomaz Massardi

Andréa Lopes Garcia
Jornalista  - MTB: 31.572 - RJ   
Spa Serra Morena