Bom dia!           Segunda 16/12/2019   08:38
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Entretenimento > Eventos Permanentes > Mais de 450 ônibus e vans de turismo lotam a cidade no primeiro fim de semana de Bauernfest
Mais de 450 ônibus e vans de turismo lotam a cidade no primeiro fim de semana de Bauernfest
25/06/2018 - 17:38 - O primeiro fim de semana da 29ª Bauernfest movimentou a cidade com a vinda de mais de 450 ônibus e vans de turismo no sábado e domingo (23 e 24.06), superando a expectativa prevista para todos os 10 dias de festa. Desde sexta-feira, o entorno do Palácio de Cristal e demais pontos da festa estiveram lotados e, mesmo com o grande fluxo de veículos na cidade, às mudanças de trânsito efetuadas pela CPTrans garantiram aos mais de 150 mil visitantes da festa acesso à Bauern com tranquilidade.

A operação especial adotada para Bauernfest mobilizou todos os agentes da CPTrans orientando o trânsito e contou com o apoio da Guarda Civil. As equipes são encontradas nos principais cruzamentos da cidade, em pontos onde houve alteração no entorno da festa como a Rua Padre Siqueira, que foi invertida, a Montecaseros – colocada em mão em única e nas entradas da cidade. O esquema para embarque e desembarque também funcionou com sucesso: os veículos tiveram uma área de mais de 1 quilômetro para a chegada dos turistas em pontos como a Avenida Tiradentes, Rua Montecaseros e em frente ao Relógio das Flores.

“Todas as mudanças foram pensadas para que o trânsito fosse fluído, com o acréscimo de veículos ao longo dos 10 dias de festa, mas principalmente nos fins de semana de festa. Nossa expectativa foi superada apenas no primeiro fim de semana, com mais de 450 ônibus e vans paradas no entorno do Quitandinha, Rua Bingen e nas garagens da Cidade Real e PetoIta. As pessos conseguiram chegar e sair sem dificuldade, tornando a festa uma experiência agradável de forma geral. Para o próximo fim de semana, vamos reforçar ainda mais essa operação”, destaca o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

O guia de turismo José Pedro Soares trouxe dois grupos à cidade. No sábado com 42 pessoas e, no domingo, um grupo da terceira idade com 45 idosos. Ele conta que não encontrou qualquer problema de trânsito e que a equipe da CPTrans esteve sempre pronta para auxiliar, inclusive, no desembarque dos idosos. Segundo Pedro, todo o esquema montado funcionou muito bem.

“O receptivo da festa foi excelente. Não encontramos trânsito em nenhum momento e os espaços destinados à parada no Bingen e Quitandinha, com possibilidade ainda nas garantes das empresas de ônibus, foi excelente. O trânsito conseguiu estar ainda melhor que o ano passado. Os dois grupos elogiaram muito e ficaram felizes com a forma como foram recebidos na cidade”, destacou.

Alterações no trânsito visam garantir agilidade no fluxo de veículos

Inicialmente prevista para ficar em mão única em um trecho de 200 metros entre o Colégio Santa Catarina e o Gehren nos 10 dias de evento, a companhia readequou a via para que a mudança fosse realizada apenas no feriado pelo Dia do Colono e no próximo sábado e domingo, diminuindo o impacto no trânsito no dia a dia do petropolitano. As demais mudanças programadas ocorrem sem alterações.

“Apesar do número grande de pessoas chegando na cidade, o esquema de trânsito preparado esteve adequado e conseguimos receber petropolitanos e turistas sem maiores problemas. O único incidente registrado foi na tarde de domingo, quando um veículo de Maringá teve uma pena e um princípio de incêndio foi registrado próximo à festa. Mas felizmente conseguimos auxiliar e o fogo foi rapidamente apagado, podendo liberar o trânsito de forma rápida”, explica o diretor técnico e operacional da CPTrans, Luciano Moreira.

A alteração da Rua Padre Siqueira serve como alternativa para quem utilizaria a Alfredo Pachá, fechada para a Bauernfest. A mudança afeta, principalmente, motoristas que seguem dos distritos e tem como destino o Quitandinha ou o Bingen. Alternativa para quem não segue para a Bauern é utilizar o trecho entre Itaipava e o Bingen, que além da BR-040, tem a opção de passagem subindo o Quarteirão Brasileiro e saindo na Mosela. A opção se dá para quem precisa fazer o caminho contrário. Alternativa entre o Bingen e o Quitandinha, evitando o Centro, é a passagem pelo Vila Militar, chegando no Valparaíso. Outra opção de passagem para o Valparaíso é a utilização da Comunidade Oswaldo Cruz – que dá acesso ao Cemitério Municipal. Entre o Itamarati e o Quitandinha, a rota alternativa é o Alto da Serra, pela Rua Santos Dumont.

Para quem aproveitou o fim de semana para ir à festa, o trânsito não foi um problema. Marcelo Spangenberg subiu à serra com um grupo de amigos numa van, locada especialmente para ele e mais 11 pessoas poderem aproveitar o evento com segurança e elogiou toda a sinalização e a chegada ao evento. “Viemos ano passado e o trânsito estava bom. Só encontramos uma retenção na subida da Serra, mas depois que entramos na cidade está tudo tranquilo e bem sinalizado. Isso é ótimo porque garante que as pessoas não se percam. Vamos ficar aqui tarde porque a festa está ótima! Dá para ver que foi tudo pensado porque até agora não há do que reclamar”, elogiou o contador.
Programação dos filmes em cartaz