Boa tarde!           Terça 30/11/2021   12:24
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Secretaria de Saúde reestrutura Programa Saúde do Idoso
Secretaria de Saúde reestrutura Programa Saúde do Idoso
Iniciativa será aplicada junto às unidades e posta de saúde do município

16/02/2018 - 16:32 - Petrópolis é o município de toda Região Serrana com o maior número de idosos. São aproximadamente 44 mil pessoas acima dos 60 anos e a prefeitura está criando estratégias para ampliar o acesso à saúde desta população. A primeira delas é a reestruturação do programa Saúde do Idoso que visa estimular um conjunto de ações que vão do estímulo à prática de exercícios físicos e alimentação saudável, até as ações de assistência com oferta de vacinas, caderneta do idoso e identificação precoce de doenças como hipertensão e diabetes.

As Unidades e Postos de Saúde realizarão junto à coordenação do programa, um mapeamento dos idosos por bairros a fim de estimular o fortalecimento de vínculos entre a população idosa e as equipes de atendimento. O secretário de Saúde, Silmar Fortes, reforça que essa nova estrutura visa acompanhar o idoso não só nos atendimentos clínicos como também promover encontros, grupos de convivência e palestras específicas para a melhor idade.

“Nós temos o maior número de idosos de toda a Região Serrana e o fortalecimento da linha de cuidado é uma ação presente no nosso plano de governo bem como no planejamento de gestão da secretaria. Precisamos investir na autonomia desses idosos e principalmente nos cuidados preventivos para que essa população envelheça com menos agravos de doenças. Queremos estimular a criação de grupos de convivência, palestras e atividades que integrem o idoso à sociedade como um todo”, anuncia Silmar Fortes.

O programa Saúde do Idoso é coordenado pela geriatra Rita Ravaglia que anuncia que haverá um lançamento da caderneta do idoso a partir dos 80 anos que serão acompanhados pelos médicos da Saúde da Família.

“Nossa primeira ação é conhecer o território, estamos buscando as informações junto aos apoiadores das unidades de saúde para traçarmos ações de acordo com o perfil dos idosos de cada bairro. Vamos iniciar um protocolo de atendimento com os idosos acima dos 80 anos que terão uma caderneta específica e os acima de 60 anos teremos outros critérios de avaliação médica e de acompanhamento”, explica.

A superintendente de Atenção à Saúde, Fabíola Heck reforça que os profissionais dos postos serão treinados e que já está sendo montada a linha de cuidado da pessoa idosa que contempla a implementação da Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa.

“A caderneta permite conhecer as necessidades de saúde dessa população atendida na atenção básica. Por meio dela, é possível identificar o comprometimento da capacidade funcional, condições de saúde, hábitos de vida, vulnerabilidades, além de ofertar orientações para o seu autocuidado”, disse.

Também estão previstas ações de educação permanente voltado para os médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de Saúde. A superintendente de Atenção à Saúde, Fabíola Heck explica que no mapeamento inicial da Secretaria, os agentes comunitários de Saúde farão uma busca ativa nos bairros para identificar o número de idosos assistidos em cada unidade de saúde.

“Vamos ter um protocolo que deverá ser preenchido pelos agentes nas visitas domiciliares com os dados pessoais, cartão SUS, a relação de medicamentos que faz uso, se há alguma doença já preexistente, se está com o cartão de vacina em dia, entre outros. Esse mapeamento será muito importante para traçarmos as estratégias de prevenção e promoção de saúde do idoso”, reforça.
Programação dos filmes em cartaz