Bom dia!           Quarta 15/08/2018   10:17
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Música > Banda de Petrópolis: a Tradição que retorna neste Domingo
Banda de Petrópolis: a Tradição que retorna neste Domingo
11/02/2018 - 07:51 - Criada na década de 1970, o Carnaval deste ano resgata a alegria do grupo, que fazia sucesso com sua música instrumental. A banda não tinha atividades desde 2001.

Vinte e três músicos terão a responsabilidade de reviver a tradicional Banda de Petrópolis. Neste domingo (11.02), a partir de 10h, a música instrumental, famosas marchinhas e sambas de embalo, que faziam parte do repertório da banda, voltarão a alegrar os foliões neste Carnaval. Como tradição, o novo grupo fará a concentração da Rua Irmãos D’Ângelo e depois percorre ruas do Centro Histórico até dispersar no clube Petropolitano. Criada na década de 1970, inspirada na Banda de Ipanema, a Banda de Petrópolis havia encerrado suas atividades em 2001, mas deixou saudade entre os amantes do Carnaval e de um bom samba.

O hino do grupo era a música homônima à banda, composta por Paulinho Soares e Titto Santos, um de seus fundadores, ao lado de José Carneiro Dias, Fernando Móra e João Magalhães. Um trecho da letra diz: “Idade não tem vez/ Brinca velho, brinca moço/ Nossa Banda é de vocês”, que refletia bem o clima do início da banda.

“Era um evento que vinham as famílias, as pessoas traziam as crianças, era muito animado. Éramos apaixonados por samba e um dia nos reunimos e resolvemos criar a banda, depois ela se transformou em uma tradição”, explica João Magalhães, também conhecido como João Empolgação, que, além de músico nas horas vagas, também era advogado e empresário. Ele lembra com saudade os tempos em que seguia a frente da banca tocando seu bumbo.

Nos tempos de sucesso da banda, os foliões ainda contavam com caminhões de chope. Eles já desfilaram tanto no domingo de Carnaval quanto no sábado anterior à folia. A banda era formada por músicos de diversos grupos espalhados pela cidade.  Mas, com o tempo, a tradição foi se perdendo.

Segundo o superintendente de cultura do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Arthur Varella, a banda faz parte da história do Carnaval em Petrópolis e propor este retorno é uma forma de valorizar a cultura da cidade. “Esta manifestação poderá se tornar uma atração permanente em nossos carnavais de rua, caso a população abrace a ideia e a fortaleça ao longo dos próximos anos”, destaca.

A história da banda começa em meados da década de 1970. Com o sucesso deste tipo de banda na capital fluminense, um grupo de empresários e foliões se reuniu para formar a Banda de Petrópolis. Neste domingo, a cidade retoma esta tradição, com a concentração dos músicos na Rua Irmãos D’Ângelo, às 10h, e depois eles seguem pelas Ruas do Imperador, Dr. Nelson de Sá e Roberto Silveira, com a dispersão no Clube Petropolitano.

Entre os músicos que farão parte da nova formação está Leonardo Silveira, que também fez parte do grupo entre 1995 e 2001, ano da última apresentação da banda. Ele ajudou no renascimento da Banda de Petrópolis e garante que o público terá um dia tão animado quanto nos velhos tempos. “Vamos levar um repertório tradicional, com sambas, marchinhas, e também resgatar o hino da banda. Vi um pouco dessa história de perto e agora estamos resgatando isso”, destaca ele.
Spa Serra Morena