Boa noite!           Terça 30/11/2021   18:01
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Dor e Tumorações são Sintomas da Gengivite Gravídica; saiba como Evitar
Dor e Tumorações são Sintomas da Gengivite Gravídica; saiba como Evitar
Gestante pode ter que esperar o nascimento do bebê para concluir tratamento.
 
22/11/2017 - 20:51 - A prevenção é maior aliada das mulheres que planejam engravidar. O período exige cuidados, inclusive com a saúde bucal. Dentre os problemas que podem afetar a mamãe durante a gestação está a gengivite gravídica, que pode causar dor e tumorações. Consultas periódicas ao dentista e a manutenção correta da higiene são fundamentais para evitar o surgimento do quadro.
 
As mudanças na carga hormonal e o descuido com a higiene são os principais causadores da condição nas grávidas. O problema geralmente aparece de forma mais grave que a gengivite comum, que é o início da doença periodontal e que pode afetar qualquer pessoa.
 
O cirurgião dentista Márcio Marques, do Instituto Rio, explica que quando essa condição surge durante a gestação, pode provocar tumores e hiperplasia (crescimento da gengiva que causa deformidade).
 
“Os principais sintomas são inchaço e sangramento gengival, mas a gravídica pode ter manifestações mais severas. As alterações hormonais decorrentes da gestação tendem a agravar o quadro”, revela o especialista.
 
O tratamento da gengivite gravídica é dificultado em períodos como o primeiro e o último trimestre, quando geralmente o dentista opta por uma terapia apenas para evitar o quadro de dor. De acordo com Márcio Marques, somente após o nascimento do bebê é possível fazer as intervenções necessárias.
 
“O ideal é que o dentista seja consultado durante todo o pré-natal como forma de prevenção. Porém, quando o problema surge e o caso é cirúrgico, o dentista avalia em que período, seja durante a gravidez ou após o parto, é melhor fazer a intervenção”, destaca o especialista
 
Márcio Marques acrescenta que a escovação   precisa ser constante, feita sempre após as refeições ou pelo menos três vezes ao dia. O fio dental também deve fazer parte da rotina e usado no mínimo uma vez por dia e se o quadro já tiver instalado, a limpeza de tártaro, feita em consultório, também pode ser necessária.
 
O tratamento e o diagnóstico da gengivite gravídica são feitos no Instituto Rio, que fica na Rua Marechal Deodoro, 119, salas 12 a 14, no Centro de Petrópolis. A clínica multidisciplinar também tem sede no município de Cabo Frio, na Av. Teixeira e Souza, nº 2.277, lojas 3 e 4, no Braga. Mais informações pelo telefone: (24) 2231-0365.
Programação dos filmes em cartaz