Boa tarde!           Terça 20/08/2019   12:15
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Entretenimento > Eventos Variados > Belezas de Petrópolis servem como Cenários de mais um Longa-Metragem
Belezas de Petrópolis servem como Cenários de mais um Longa-Metragem
Equipe de “Chacrinha – O Filme” já está na cidade; gravações começam nesta terça-feira

Cidade tem Histórico como Cenário de Filmes, Novelas e Minisséries
 
23/10/2017 - 16:07 - De novelas de época a filmes contemporâneos, passando por séries de humor e programas de televisão, as belezas de Petrópolis servem constantemente como cenários para ilustrar belas histórias. Nesta terça-feira (24.10), uma equipe do longa-metragem ‘Chacrinha – O Filme’ dá início às gravações da longa que conta a trajetória do Velho Guerreiro. De pano de fundo: o imponente Palácio Quitandinha, o deslumbrante Theatro D. Pedro e a magnitude do Teatro Santa Cecília, entre outros locais.

Para a produção do filme, que terá Stepan Necessian na pele de Chacrinha, serão utilizados cerca de dois mil figurantes durante os 15 dias de filmagens– todos contratados na cidade. Petrópolis, aliás, não foi escolhida aleatoriamente pela equipe encabeçado pelo diretor Andrucha Waddington. Suas belezas naturais agregadas aos casarões históricos preservados dão o tom das produções filmadas por aqui.

“Com suas construções que remontam à chegado dos colonos germânicos a um período próspero da corte imperial no Brasil, a cidade tem potencial para ser um grande set ao ar livre. Nossa natureza tem aspectos visuais de grande valor cenográfico e esse valor tem sido mostrado nas produções. Petrópolis vive um bom momento no audiovisual. Não é à toa que acabamos de encerrar o II Festival de Cinema, que reuniu uma série de mostras e foi sucesso de público”, pontua o prefeito Bernardo Rossi.

E as locações da Cidade Imperial retornam às telonas na próxima quinta-feira (26.10) com o lançamento do longa “De Repente, Eu Te amo”. Palácio de Cristal e FMP/Fase são alguns dos locais que serviram como cenário para a história contemporânea. O filme de Bruno Saglia conta a história de quatro personagens e tem, no seu elenco, nomes como Carlos Vereza e Marcello Melo Junior.

Recentemente, o filme “Benzinho” teve Petrópolis como a cidade em que seus personagens vivem a história de Irene e sua família, que vivem o drama da partida do filho para o exterior. Interpretada pela atriz petropolitana Karine Teles, tem em seu elenco nomes de peso como Otávio Müller, Adriana Esteves

Do Cinema às Novelas

Em sua história, Petrópolis já esteve presente em diversos filmes: “A Suprema Felicidade”, dirigida por Arnaldo Jabor, foi filmado no Quitandinha em 2010. O antigo cassino, aliás, é o ‘queridinho’ dos cineastas e já foi cenário dos filmes “Não Me Digas Adeus”, “É Fogo na Roupa”, “As Sete Vampiras” e “Macunaíma”. Já o Palácio de Cristal foi cenário para adaptação cinematográfica de “O Xangô de Baker Street”.

Outros filmes também foram ambientados em Petrópolis, entre eles Lost Zweig, que mostra como foi a última semana de vida do escritor Stefan Zweig e “Flores Raras”, que remonta a uma Petrópolis de 1950 e conta a história de amor poetisa americana Elizabeth Bishop e da arquiteta brasileira Lota de Macedo Soares.

Apesar da cidade marcar presenta nos longas, são os novelistas que escolhem Petrópolis como seus cenários, seja por sua beleza ou pela proximidade com a capital do Rio. Do Belvedere, como cenário das duas versões de “Selva de Pedra”, ao Museu Imperial com as novelas “Quatro Por Quatro”, “Cidade dos Homens”, passando até pela Bauernfest, quando a tradicional festa alemã foi cenário de “Anjo de Mim”.

No Theatro D. Pedro foram filmados “Maysa”, “Dalva e Herivelto” e “Dercy”; o Pico do Açu teve cenas de “Avenida Brasil”; em Corrêa, o Castelo São Manoel foi cenário de “O Quinto dos Infernos” e “Eterna Magia”. A Catedral apareceu em “Escrito nas Estrelas”, “Anjo de Mim” e “Império” – que também usou casarões da Avenida Koeler para cenas da novela. E, por falar em casarões, outras foram usadas em “Anjo de Mim” e “Direito de Amar”. A Casa da Ipiranga apareceu em “Direito de Amar”, “Esplendor” e “Era uma vez...”.

Há ainda outros cenários, de incontáveis filmes, novelas e minisséries, e a perspectiva de um promissor futuro com novas produções despontando a todo tempo. Petrópolis não é escolhida ao acaso: cada canto tem pouco de história e seja pela arquitetura ou pela natureza, as imagens retratadas pelo cinema e pela TV, demonstram o seu diferencial.
Programação dos filmes em cartaz