Bom dia!           Segunda 17/02/2020   10:19
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Planos de ação do Gides são apresentados na cerimônia de encerramento do Projeto dia 30/10
Planos de ação do Gides são apresentados na cerimônia de encerramento do Projeto dia 30/10
Evento conta com o apoio da Associação Nikkei de Petrópolis e do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro e acontece no dia 30
 
20/10/2017 - 16:30 - As forças, oportunidades, fraquezas e ameaças devem ser reunidas e analisadas por cada município para a redução do risco de desastre: essa é a proposta de um dos manuais criado dentro do Projeto de Gestão Integrada de Desastres Naturais (Gides). A ideia para aplicação do projeto em todo o país será apresentada na cerimônia de encerramento do Gides, que acontece no dia 30 de outubro, na Casa dos Conselhos Augusto Zanatta. Ao longo dos últimos quatro anos, técnicos dos municípios de Petrópolis, Nova Friburgo e Blumenau (SC) trabalharam em conjunto com representantes da Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA) na elaboração da proposta.

O evento conta com o apoio da Associação Nikkei de Petrópolis e do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro. O secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, foi um dos nove técnicos brasileiros que viajou para o pais ocidental em agosto para trabalhar na elaboração da proposta. Ele vai apresentar a ideia no dia do encerramento.

"A partir da experiência nos três municípios, traçamos uma matriz com pontos fracos, fortes, ameaças e oportunidades para que possa ser analisada pelo Brasil e suas Defesas Civis visando não apenas a continuidade das atividades nos nossos três municípios, mas também a propagação desse conhecimento para os mais de 5.500 municípios brasileiros. Teremos um Sistema Nacional forte com Defesas Civis municipais preparadas. O Projeto Gides nos deixa grandes ensinamentos do Japão que queremos que sejam levados para todo o país", disse o secretário.

O Gides reuniu informações das cidades com foco nos deslizamentos de terra em quatro eixos: alerta e alarme, mapeamento de riscos, obras e planejamento. Além da elaboração dos planos de trabalho, existe a proposta para umasegunda fase do projeto, com o foco nas inundações.

“Encontramos muitas semelhanças entre Petrópolis e o Japão. Mais de 80% do território japonês é coberto por montanhas, aqui nós temos um terço da população vivendo em área de risco. Assim como eles, temos que desenvolver uma cultura preventiva e essa mudança só se constrói a longo prazo”, afirma Paulo Renato.

O presidente da Associação Nikkei de Petrópolis, Kiyoshi Ami, agradeceu o convite para participar da festa de encerramento e destacou a importância do trabalho em conjunto pensando na população. “Fico muito feliz em ver que o meu país pode ajudar de alguma forma essa cidade que me recebeu de braços abertos. Infelizmente acontecem tragédias nestes locais que eu tanto amo e essa parceria tem tudo para trazer benefícios para os dois lados”, afirmou.

O Projeto GIDES é executado pel

o Ministério das Cidades, pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação - CEMADEN, pelo Ministério da Integração - CENAD e pelo Serviço Geológico Brasileiro – CPRM, contando com a cooperação de especialistas japoneses do Ministério da Terra, Transporte, Infraestrutura e Turismo – MLIT, da Agência de Meteorologia do Japão e de outros órgãos de expertise na área, por meio da Agência de Cooperação Internacional do Japão – JICA.
Programação dos filmes em cartaz