Bom dia!           Sábado 29/02/2020   10:38
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Prefeitura adere à Agenda Ambiental do Ministério do Meio Ambiente
Prefeitura adere à Agenda Ambiental do Ministério do Meio Ambiente
Petrópolis será a primeira cidade da Região Serrana do Estado a implementar o programa

Ideia é reduzir os gastos da prefeitura com ações socioambientais
 
14/09/2017 - 16:25 - A prefeitura vai implementar o programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) do Ministério do Meio Ambiente. Dessa maneira, serão elaborados projetos para o uso racional dos recursos naturais e dos bens públicos, além de ações para uma gestão adequada dos resíduos gerados.

Petrópolis será a primeira cidade da Região Serrana do Estado a participar do projeto, que tem como objetivo estimular os gestores públicos a incorporar princípios e critérios de gestão socioambiental em atividades de rotina.

Ao longo dessa semana, o Ministério está oferecendo uma capacitação para as cidades que farão parte do A3P na cidade do Rio de Janeiro. Anderson Maverick, coordenador de Educação Ambiental da Secretaria de Meio Ambiente, representa o município no treinamento que termina nesta sexta-feira (15.09). Ele destaca a importância da prefeitura em implementar ações sustentáveis.

“A ideia é que a prefeitura se torne exemplo de práticas sustentáveis. Dessa maneira, outros segmentos da sociedade estarão dispostos a trabalhar com algum modelo de gestão socioambiental”, afirma Anderson, que ainda explicou que medidas simples podem ser adotadas com esse objetivo.

“Lembretes para os funcionários desligarem a luz, terem atenção as torneiras dos banheiros e no gasto de papel para impressão, são medidas simples e que já ajudam bastante. Vamos trabalhar na elaboração de projetos que contribuam para uma gestão com princípios socioambientais. Nossa ideia é implementar primeiro no Centro Administrativo e depois no restante da prefeitura”, completa.

A adoção da A3P demonstra a preocupação da prefeitura em promover a preservação do meio ambiente. Ao seguir as diretrizes estabelecidas pelo programa, o órgão público protege a natureza e, em consequência, consegue reduzir seus gastos. Em todo o país, 165 instituições públicas possuem termo de adesão vigente com o programa.

“Estamos trabalhando a educação ambiental na cidade e entendemos que a prefeitura deve ser o exemplo. Vamos adotar ações sustentáveis no ambiente de trabalho, desde pequenas mudanças de hábitos até atitudes que geram economia”, destaca o secretário de Meio Ambiente, Fred Procópio.
“Algumas cidades conseguiram ter uma redução no gasto em 60% depois de terem aderido o programa. Nossa meta é ultrapassar este percentual”, completa Fred.

Programação dos filmes em cartaz