Boa tarde!           Sbado 25/06/2022   17:44
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Teatro > “Espetáculo poético sobre a obra do poeta Mário Quintana é atração no Theatro D. Pedro, em Petrópolis” dia 22/07 ás 20h
“Espetáculo poético sobre a obra do poeta Mário Quintana é atração no Theatro D. Pedro, em Petrópolis” dia 22/07 ás 20h
18/07/2017 - 13:13 - O diretor e ator Vagner Souza, conterrâneo do poeta, apresenta o espetáculo de múltiplas linguagens. Desde que Vagner Souza, ator com mais de vinte anos de palco Brasil afora e empresário da Viva Cultura Planejamento Cultural, chegou a Petrópolis, “de mala e cuia” – expressão típica dos gaúchos –, já se passaram onze anos. De lá para cá, muita coisa mudou, mas uma, em especial, permaneceu igual: sua paixão pela poesia de Mario Quintana, seu conterrâneo da cidade de Alegrete, Rio Grande do Sul, e um dos maiores poetas contemporâneos brasileiros.

E, a partir dessa motivação especial, Vagner apresenta o espetáculo poético “Quintanares”, que homenageia justamente seu poeta preferido.

“Sempre gostei do Quintana, um mestre da ironia terna, um observador do cotidiano que sabia chamar a atenção para o frescor lírico contido no que é evidente e poetizando o óbvio”, afirma o ator e também diretor e produtor do espetáculo, que terá a Poesia de Quintana como protagonista de um movimento de resgate dos tradicionais sarais poéticos que celebram a arte.

Para tanto, Vagner buscou inovar em vários aspectos que contracenam com o ator, e uso de multi-linguagens como imagens, sons e cenografia teatral. “O maior diferencial está no conceito estético do espetáculo”, garante Vagner, explicando que a proposta é de resgate, porém de vanguarda. “Não há textos memorizados e sim poesias lidas e sentidas como se estivessem narrando os fatos no momento em que acontecem”, diz Vagner Souza.

SOBRE O POETA HOMENAGEADO:

MARIO (de Miranda) QUINTANA nasceu em Alegrete, Rio Grande do Sul, no dia 30 de julho de 1906. Seus primeiros versos foram publicados na revista literária do Colégio Militar, em Porto Alegre, onde estudava. Em 1926, passou a trabalhar na Livraria do Globo (à época uma das mais importantes editoras do Brasil), na seção de literatura estrangeira, onde Érico Veríssimo era diretor. Depois ingressou no jornal;O Estado do Rio Grande do Sul;.

Seu primeiro livro de poemas foi lançado em 1940, A Rua dos Cataventos. Depois lançou Canções (1945), Sapato Florido (1947), Espelho Mágico (1948) e O Aprendiz de Feiticeiro (1950). Em 1962 todas essas obras foram reunidas em um único volume chamado Poesias. Trabalhou no jornal Correio do Povo, a partir de 1953, onde publicou poemas na coluna Caderno H, durante quatro décadas.

Quintana não se enquadrava em nenhuma escola literária, pois não queria seguir o rigor formal. Sua linguagem é considerada simples, coloquial e bem cuidada sobre os temas do cotidiano, da infância, da morte, do amor e do tempo. Seus versos fluem com uma simplicidade aparentemente ingênua e uma espontaneidade incomum, como se brotassem da própria respiração. Dessa condição surge o tom de quem fala diretamente aos ouvidos do leitor, em voz baixa, sussurrante, num intimismo que é a um só tempo confidência e ensinamento ou lenitivo para as agruras existenciais.

Traços de surrealismo completam o retrato desse romântico tardio ou moderno, que não virou as costas à tradição, nem se fez de surdo às vozes interiores. Esse poeta ultra-sensível se tornaria uma das expressões mais límpidas da poesia lírica brasileira da segunda metade do século XX, destacando-se as reflexões sobre o bem e o mal sob a forma de Deus, anjos e do diabo.

Em 1980, recebeu o Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras. O escritor morreu em Porto Alegre, em maio de 1994, aos 88 anos.

FICHA TÉCNICA DO ESPETÁCULO:

Poesias: Mario Quintana.
Roteiro, concepção, direção cênica e atuação: Vagner Souza.
Visagismo: Luiz Gaia.
Cenografia e figurinos: Vagner Souza
Produção: Sekreta Conexões Culturais.

SERVIÇO:

Espetáculo: “Quintanares”

Data: sábado 22/07/2017.
Horário: 20h.
Local: Theatro D. Pedro
Tel.: (24)  2235-3833 
Endereço: Praça dos Expedicionários, s/nº
Bairro: Centro histórico de Petrópolis.
Ingressos: R$ 40 (inteira) – R$ 20 (Meia entrada).
Promoção moradores de Petrópolis pagam meia entrada R$ 20.
Produção: Sekreta Conexões Culturais
Programação dos filmes em cartaz