Boa tarde!           Domingo 28/11/2021   17:08
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Secretaria de Saúde ampliará fornecimento de Medicamentos no Município
Secretaria de Saúde ampliará fornecimento de Medicamentos no Município
ComSaúde aprovou a inclusão de novos remédios e de protocolo de distribuição

Estratégia visa manter o abastecimento dos usuários da Farmácia Popular
 
28/06/2017 - 17:46 - O município deu um passo importante na estratégia de fornecimento de medicamentos junto ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). O Conselho Municipal de Saúde (ComSaúde) aprovou em reunião, na última terça-feira (27.06), a reavaliação da Relação Municipal de Medicamentos Essenciais (REMUME) e a revisão do protocolo para fornecimento de remédios para população.

Após a publicação da ata da reunião em Diário Oficial, as Unidades de Saúde poderão receber receitas médicas de atendimentos particulares e conveniados para retirada de remédios pertencentes à Farmácia Básica do SUS. Além disso, foram incluídas na lista da REMUME, remédios por especialidade médica, a fim de otimizar o tratamento do paciente.

A Secretaria de Saúde está antecipando a estratégia de manutenção do fornecimento dos 112 medicamentos ofertados nas duas unidades de Farmácia Popular. O Ministério da Saúde comunicou o encerramento do Programa no país no último dia (28.04), mas ainda não foi oficializado o fechamento das unidades.O programa ‘Aqui tem Farmácia Popular’ ligado às redes de farmácias particulares continuará sendo disponibilizando no município com 32 tipos de medicamentos.

“O Ministério da Saúde irá fechar as unidades, mas acrescentará um valor per capita no repasse para garantir a continuidade da distribuição dos medicamentos. Então esse cálculo é cima de toda a população do município e não dos 400 usuários mensais da farmácia. Por conta disso, abordamos junto ao conselho essa necessidade de revisão do protocolo de entrega, já que poderemos atender a toda população inclusive da rede particular e convênios”, explica o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

A coordenadora do Núcleo de Assistência Farmacêutica, Roseane Borsato Costa, afirma que a reavaliação da Relação Municipal de Medicamentos Essenciais é importante para o usuário e para o município, já que trará ao médico uma relação de medicamentos disponíveis pelo SUS por áreas, como a de cardiologia, angiologia, pneumologia e hematologia.

“É um facilitador no fluxo de entrega da medicação, os médicos receberão um documento de solicitação detalhado com os medicamentos disponíveis para cada área de acordo com os atendimentos mais frequentes. Já o paciente já sairá da consulta com a indicação do local que poderá solicitar a medicação, sem ter mais a necessidade de deslocamento para outros setores”, avalia a coordenadora que complementa.

“Selecionamos um elenco de medicamentos para tratar doenças que tem uma solicitação muito grande de medicamentos via mandado judicial ou processos administrativos, conseguindo esse novo protocolo, vamos buscar o financiamento através da farmácia básica”, conclui Roseane Borsato Costa.
Programação dos filmes em cartaz