Bom dia!           Sábado 19/10/2019   11:35
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Exposições > Exposição “Mãos Arteiras” dia 07/06 ás 10h
Exposição “Mãos Arteiras” dia 07/06 ás 10h
Peças confeccionadas nas aulas de arte por alunos do CREI
 
04/06/2017 - 10:05 - Convívio social, criatividade e potencialidade artística. Esses são alguns pontos trabalhados nas aulas de artes do Centro de Referência em Educação Inclusiva João Pedro de Souza Rosa. Os quadros, desenhos, mandalas, porta-retratos, releituras de obras famosas e garrafas estilizadas confeccionadas nas aulas fazem parte da exposição “Mãos Arteiras”, que será aberta no dia 7 de junho, às 10h, no Centro de Cultura Raul de Leoni. Atualmente, 240 alunos são atendidos no CREI. Cerca de 30 participam das aulas de arte.
 
“Essa é uma chance dos petropolitanos conhecerem o trabalho que a Secretaria de Educação desenvolve com as crianças no CREI. O talento dessas crianças é incrível e eles merecem o reconhecimento. Agradeço a dedicação, o carinho e o empenho dos profissionais que atuam no Centro de Referência em Educação Inclusiva”, disse o secretário de Educação, Anderson Juliano.
 
A exposição é o resultado das aulas da professora Beatriz Taveira Ramos. Os objetos foram feitos pelos alunos incluídos na modalidade especial que participam das aulas de arte. Eles são atendidos no contraturno das aulas curriculares no CREI. Trinta objetos serão expostos.
 
O projeto Mãos Arteiras ressalta, segundo a professora, o estimulo ao convívio social, a criatividade e a potencialidade artística. “Quem sabe no futuro eles não possam vender as peças de artesanato e quadros e ajudar na renda familiar? As aulas de arte ajudam os alunos a entenderem as regras básicas de convívio, facilitam a autonomia individual, família e social e proporcionam uma melhor qualidade de vida dos alunos, favorecendo assim, o exercício da sua cidadania”, explica Beatriz.
 
Comportamento dos alunos melhora com aulas de arte
 
Resultados positivos já foram constatados no comportamento dos alunos, com destaque para o desenvolvimento da coordenação motora, domínio das cores e técnicas básicas de pintura. “É gratificante poder passar esse tempo com eles. Gosto muito de criar e consigo perceber que, durante as aulas, eles se acalmam, ficam compenetrados. Percebemos a mudança no comportamento, é uma alegria imensa poder mostrar o trabalho de cada um deles”, conta Beatriz.
 
“Eu adoro esse projeto. Ajuda muito as crianças. O Bernardo adora e desde que ele começou a participar da aula de artes, ele melhorou muito no rendimento escolar. Estamos todos muito empolgados com a exposição”, disse Margarete Dias, mãe do Bernardo Dias, de 13 anos.
 
“Os alunos criam trabalhos artísticos experimentando diversas técnicas, reconhecendo a função social das mesmas ao mesmo tempo em que são estimulados para produzir individualmente”, conta  Vanessa Siqueira, diretora do AEE do Centro de Referência em Educação Inclusiva João Pedro de Souza Rosa.
 
O Centro de Cultura Raul de Leoni fica na Praça Visconde de Mauá, nº 305, Centro. A visitação poderá ser feita de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.
Programação dos filmes em cartaz