Bom dia!           Sábado 29/02/2020   10:40
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Alunos da FGV visitam a Secretaria de Defesa Civil
Alunos da FGV visitam a Secretaria de Defesa Civil
Estudantes também conheceram algumas das áreas de risco do município

29/05/2017 - 13:57 - A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias recebeu a visita de 15 alunos de Geografia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta segunda-feira (29.05). Os estudantes conheceram a estrutura operacional do órgão público e depois, ao lado do corpo técnico da secretaria, visitaram algumas das áreas de risco do município e aprenderam mais sobre o trabalho de prevenção que é realizado na cidade. Durante o encontro, eles também conheceram o Sistema de Alerta e Alarme, que conta com 18 sirenes espalhadas por 10 comunidade de Petrópolis.

O encontro foi intermediado pela Secretaria de Defesa Civil Estadual. Segundo o titular da pasta na cidade, coronel Paulo Renato Vaz, que também é estudante de Geografia, a troca de informações é fundamental na formação desses alunos.

“É importante para o estudante entender na prática como funciona. Petrópolis é uma das cidades mais vulneráveis do país. Mostramos um pouco do nosso trabalho de prevenção. Eles entenderam a importância de pensarmos de forma resiliente”, disse Paulo Renato.

O diretor-geral da Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro, tenente-coronel De Moraes, falou que é fundamental que os estudantes aprendam a importância da prevenção.

“Os alunos nos procuraram e intermediamos o encontro com a Defesa Civil de Petrópolis por conhecermos o trabalho que é realizado na cidade. Por se tratar de uma cidade com um histórico grande de tragédias, acredito que eles tenham entendido a necessidade de trabalhar a prevenção. A Defesa Civil do Estado está trabalhando em conjunto com as secretarias municipais para difundir a importância da prevenção”, comentou.

Para a aluna Rafaela Cardoso, de 32 anos, a visita foi importante para conhecer mais sobre o trabalho realizado pela Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias na cidade. Ela citou o caso da Rua Uruguai, que teve repercussão em todo o país.

“Acompanhamos pela televisão algumas das tragédias que aconteceram em Petrópolis. Uma das que mais me chamou a atenção foram as pedras que desabaram na Rua Uruguai. Acredito que não tenha cidade melhor para a gente aprender do que aqui em Petrópolis”, disse.​
Programação dos filmes em cartaz