Bom dia!           Sábado 29/02/2020   09:42
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Remoção de Entulho no Vai Quem Quer libera Área de Manobra do Ônibus
Remoção de Entulho no Vai Quem Quer libera Área de Manobra do Ônibus
32 toneladas de entulho foram retiradas do ponto final da comunidade, problema que encurtou a viagem do ônibus em 150 metros
 
25/05/2017 - 18:05 - A Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública (SSOP) promoveu nesta quinta-feira (25.05) a limpeza do ponto final da comunidade Vai Quem Quer, no Siméria. Foram removidas 32 toneladas de entulho do local, abrindo passagem para a manobra de três linhas de ônibus que atendem a região – 407, 438 e 446. Por causa do problema, os ônibus estavam parando um ponto antes, encurtando a viagem em cerca de 150 metros.

 Seis pessoas fizeram o serviço com o auxílio de três caminhões e uma retroescavadeira.

“Com o ônibus parando fora do local correto, os idosos e pessoas com dificuldade de locomoção foram os mais afetados. Essa limpeza vai permitir que os ônibus voltem a fazer o percurso completo”, disse o secretário de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Djalma Januzzi.

A dificuldade causada para os ônibus é apenas um exemplo de consequências do descarte irregular. Restos de obras, lixo verde, móveis e eletrodomésticos não podem ser despejados sobre calçadas ou ruas, como prevê o Código de Posturas do município. Quem for flagrado cometendo a irregularidade recebe uma multa de até R$ 800 e é intimado a remover o entulho do local. O gerador desse lixo deve providenciar o transporte para o aterro de Pedro do Rio. Para quem tem uma pequena quantidade de lixo, o Disque Entulho é uma alternativa – quem gera até 20 sacos com os detritos pode pedir o recolhimento pelo telefone: 2243-7822.

A comunidade do Vai Quem Quer está tendo atenção da prefeitura, que vai receber obras de drenagem e contenção de encostas orçadas em R$ 856.114,67. A maior parte do recurso é fruto de uma emenda feita pela deputada federal Cristiane Brasil, que destinou R$ 789.800,00 do orçamento federal desse ano para isso. O convênio já foi autorizado pelo Ministério das Cidades e tem R$ 66.314,67 de contrapartida do município. A prefeitura trabalha agora na elaboração do projeto executivo para receber o recurso.
Programação dos filmes em cartaz