Boa noite!           Domingo 18/08/2019   02:02
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Caderno Cultura Netpetropolis > Fórum Municipal de Cultura vai abrir discussão da revisão do Plano Municipal de Cultura
Fórum Municipal de Cultura vai abrir discussão da revisão do Plano Municipal de Cultura

24/05/2017 - 18h30 - Evento realizado pelo Instituto Municipal de Cultura e Esportes será no dia 17 de junho no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni
          
            Pela primeira vez em sete anos, o Plano Municipal de Cultura de Petrópolis vai passar por revisão – exigência da Lei do Sistema Municipal de Cultura, implantado em 2010. Com validade de 10 anos, o documento orienta as políticas públicas voltadas para a área cultural com programas e projetos que abrangem todos os segmentos. Uma reivindicação antiga da classe artística local, o processo de revisão do plano será iniciado com a realização do Fórum Municipal de Cultura, marcado para 17 de junho. O encontro, aberto à população, será no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni.
 
       “Temos um Plano de Cultura que certamente foi uma vitória para o segmento, mas ele encerra sua validade em três anos e até hoje não se readequou à atual realidade da cena cultural. O compromisso com a Cultura passa pela revisão do plano”, aponta o prefeito Bernardo Rossi.
 
“O documento nasceu com objetivo de ser o instrumento de planejamento de ações e do conjunto de políticas públicas para a Cultura e por isso deve funcionar de verdade, atendendo às demandas do segmento”, observa Leonardo Randolfo, diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes.
 
O Fórum Municipal de Cultura é aberto a toda sociedade civil, com foco nos artistas, agentes e produtores culturais que devem participar da discussão sobre a revisão do Plano. O documento reúne mais de 170 programas e projetos abrangendo os segmentos culturais do município.
 
            “Essa é a primeira reunião de muitas outras que faremos sobre a revisão do Plano. Queremos abrir a discussão com a sociedade civil, principalmente a classe artística, para chegarmos a um documento que atenda de fato à cena cultural petropolitana. Estamos dando início ao processo, que queremos concluir ainda em 
Programação dos filmes em cartaz