Boa tarde!           Terça 30/11/2021   12:22
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Profissionais de Saúde são capacitados para diagnosticar Doenças Intestinais
Profissionais de Saúde são capacitados para diagnosticar Doenças Intestinais
O Foco será na Prevenção e Tratamento da Doença de Crohn e a Colite Ulcerativa
 
23/05/2017 - 17:56 - Os profissionais de saúde da rede municipal e particular de Petrópolis participarão nesta quarta-feira (24.05), de uma capacitação para diagnosticar e prevenir as doenças de Crohn e Colite Ulcerativa. A qualificação é oferecida pela Secretaria de Saúde que pretende capacitar médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem a identificar precocemente as doenças que apresentam sintomas muito similares com gastroenterites ou viroses. Na rede municipal, se atende em média de 8 a 10 pacientes, por semana, no ambulatório de doença inflamatória intestinal, localizado no Hospital Alcides Carneiro.

O secretário de Saúde, Silmar Fortes, alerta sobre a importância da participação efetiva dos profissionais no evento, uma vez que as doenças não têm uma causa aparente para surgimento. Estima-se que 150 profissionais participem da capacitação que será realizada no auditório da Universidade Católica de Petrópolis, na Benjamin Constant a partir das 13h30.
 
“É de grande importância que os profissionais da rede se unam para entender essas doenças já que não há informações precisas sobre suas causas, mas há um consenso entre os especialistas de que fatores genéticos, imunológicos e ambientais, juntos, desencadeiam os problemas. Elas são mais comuns entre pessoas de 12 a 40 anos ou com mais de 60 anos”, explica o secretário de saúde, Silmar Fortes.
 
À frente da capacitação, o médico gastroenterologista do Hospital Alcides Carneiro (HAC) e coordenador do ambulatório de doença inflamatória intestinal, José Francisco da Silva Vieira, explica que a falta de informação sobre o problema agrava o quadro de muitos pacientes.
 
“É comum confundir os sintomas das doenças inflamatórias intestinais com os da gastroenterite ou da síndrome do intestino irritável. Muitas pessoas também relacionam os problemas à alimentação. Elas fazem dieta, melhoram um pouco e acabam não procurando um médico, o que retarda diagnóstico e agrava a doença. Por conta disso é importante que o colega médico siga o protocolo de identificação da doença que explicaremos na capacitação”, afirma José Francisco da Silva Vieira.
 
Caminhada Maio Roxo acontece neste sábado dia 27/05
 
A Secretaria de Saúde apoiará a realização da 6ª caminhada do Maio Roxo que acontece neste sábado (27.05). O evento começa às 13h30 na Praça da Liberdade. A caminhada integra uma mobilização que integra várias cidades brasileiras e capitais mundiais com o objetivo de chamar atenção da população sobre a Doença de Crohn e a Colite Ulcerativa. Os problemas atingem quase 5 milhões de pessoas em todo o mundo. Em 2016, cerca de 300 pessoas participaram na mobilização. Para 2017, a expectativa da organização é que o número de pessoas seja ainda maior. A caminhada será realizada pelas ruas do Centro Histórico, passando pelas Avenidas Koeler e Imperatriz, Rua do Imperador e retorna à praça.
 
“A Doença de Crohn e a Colite Ulcerativa comprometem o intestino e são consideradas crônicas (não têm cura). Têm como sintomas diarréia, com ou sem sangramento retal, e, freqüentemente dor abdominal. No caso da Doença de Crohn, as fezes podem ser muco-sanguinolentas (com pus e sangue). Já na Colite Ulcerativa, o paciente pode ter febre, aftas, dores articulares e perder peso.Uma vez diagnosticadas, elas podem ser tratadas, permitindo que o paciente tenha uma vida normal e ativa”, disse o coordenador do ambulatório de doença inflamatória intestinal, José Francisco da Silva Vieira.
Programação dos filmes em cartaz