Boa noite!           Domingo 25/06/2017   00:38
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Memória Cultural > Painel de Djanira será restaurado no Centro de Cultura Raul de Leoni
Painel de Djanira será restaurado no Centro de Cultura Raul de Leoni
Restauração da obra doada pela própria pintora será feita em parceria com a Fundação de Cultura e Turismo e Iphan
 
16/04/2017 - 11:21 - Patrimônio de Petrópolis, tombado pelo Iphan, o painel de Djanira, doado pela própria artista ao município em 1953, será restaurado e aberto à visitação. A restauração da obra, prevista para iniciar em até 50 dias, será feita por meio de uma parceria entre a Fundação de Cultura e Turismo e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Todo o trabalho de recuperação do painel de 12 metros será feito na Galeria Aloísio Magalhães, no Centro de Cultura Raul de Leoni, e poderá ser acompanhado pelos visitantes do espaço.
 
“Na primeira reunião que tivemos com a presidente do Iphan, em janeiro, ela já se mostrou disponível em nos ajudar nesse trabalho. E quando veio a Petrópolis, em fevereiro, fez questão de ver o painel e ficou encantada com a obra e valor inestimável que ela tem para o Turismo, reafirmando sua intenção em nos ajudar nesse restauro, que agora será feito finalmente, preservando o patrimônio que nossa cidade tem e que estava abandonado”, disse o prefeito Bernardo Rossi.
 
Toda a orientação e consultoria técnica serão feitas pelo órgão federal, que também vai disponibilizar o restaurador responsável pelo trabalho. Pelo tamanho da obra e estado deteriorado do painel, a previsão é que a restauração dure, no mínimo, um ano. Durante a restauração e após sua conclusão, quando a obra será colocada de volta ao Salão Nobre do Liceu Cordolino Ambrósio, onde está exposta, ela será aberta à visitação.
 
“Junto com o restauro da obra, de grande valor histórico-cultural para a cidade, faremos um programa educacional de visitação ao restauro para que a galeria não fique ociosa e para que as pessoas acompanhem o processo de restauro de uma obra. Com certeza uma oportunidade única de apreciar uma restauração como essa e depois, ela restaurada, apreciá-la no seu lugar de origem”, destacou o presidente da Fundação de Cultura a Turismo de Petrópolis, Leonardo Randolfo.
 
Para o Iphan, a obra tem valor inestimável para a cidade e deve ser preservada e mais divulgada, após seu restauro. “É uma importante obra nacional, até pouco conhecida por muitos, mas que é tombada e é um patrimônio histórico-cultural que tem que ser mantida preservada. Por isso o Iphan vai ajudar à FCTP, dando o apoio técnico com o interesse de manter e resguardar os bens tomados, e esse em especial por ser uma obra importante e de destaque da artista. Além do trabalho para salvar e restaurar a obra, para que ela não se deteriore e não se perca, temos também essa intenção de  realizar o programa de visitação, dando acesso ao público, que já começa no trabalho de restauro”, comentou a chefe do escritório técnico do Iphan na Região Serrana, Fernanda Zucolotto.
Spa Serra Morena