Bom dia!           Terça 30/11/2021   11:39
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Depressão e as terapias integrativas foram abordadas em Palestra no Dia Mundial da Saúde
Depressão e as terapias integrativas foram abordadas em Palestra no Dia Mundial da Saúde
Biblioteca Interativa foi inaugurada no último dia de Evento no Centro de Saúde

07/04/2017 - 17:59 - Em comemoração ao Dia Mundial da Saúde, a Secretaria de Saúde promoveu uma semana de atividades entre palestras, oficinas, peça de teatro e aula de biodanza que apresentaram ao público algumas práticas integrativas que foram inseridas recentemente ao SUS. No último dia de evento, nesta sexta-feira (07.04), o tema apresentado no Centro de Saúde foi uma dinâmica sobre meditação, ioga, fitoterapia e homeopatia que são exemplos de práticas integrativas e complementares para o tratamento e prevenção de doenças.

A depressão, tema escolhido pela Organização Mundial da Saúde como assunto principal a ser debatido no Dia Mundial da Saúde, é uma das doenças que podem ser tratadas com a meditação.

O palestrante Carlos Lyrio explicou que após a publicação das práticas na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) cada município buscará adotar quais tratativas serão inseridas no SUS.

“Em Petrópolis nós já temos um cenário ideal a começar pelo secretário de Saúde que sempre foi um defensor das práticas integrativas. Mas o que vale ressaltar é que o público pôde conhecer mais, se informar, sobre os exemplos de tratativas que temos a oferecer como a ioga, meditação, homeopatia e os fitoterápicos”, explica Carlos Lyrio.

Recentemente o Conselho Municipal de Saúde (ConSaúde) aprovou a ampliação do fornecimento de plantas medicinais aos pacientes assistidos pelo sistema de saúde.

“Essa é uma conquista importante, pois além de valorizarmos os nossos produtores rurais nós vamos poder oferecer os remédios naturais para tratamento. As plantas em ervas secas poderão ser usadas como chá ou emplastros. A semana cumpriu o seu objetivo de proporcionar a população mais conhecimento e informação”, revela Silmar Fortes.

Durante a semana do evento, o grupo de teatro do Instituto de Teatro Brasileiro (ITB) realizou pequenas apresentações nas salas de espera com temas sobre saúde e prevenção. Em homenagem ao fundador do Centro de Saúde, professor Manoel José Ferreira, foi montada uma exposição com mobiliários, utensílios antigos, fotos e reportagens do médico sanitarista que representou Petrópolis em atendimentos internacionais na década de 30 e 40, no combate de doenças transmitidas por mosquitos, como a febre amarela e a malária.

Para dar continuidade ao estímulo intelectual dos funcionários do Centro de Saúde, a psicóloga Andréa Silvares criou uma biblioteca interativa no espaço de convivência da unidade.

“Nós customizamos um armário onde oferecemos livros, revistas, CDs e artigos para que o funcionário possa ter um momento de compartilhar ideias e trocar experiências com os colegas. Ainda faremos dinâmicas que estimulem a melhora na escrita e na comunicação também como uma forma de estimular novos hábitos de lazer”, disse Andréa Silvares.
Programação dos filmes em cartaz