Boa noite!           Sábado 29/02/2020   04:48
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Atraso em Licenças causa Esvaziamento Financeiro em Petrópolis
Atraso em Licenças causa Esvaziamento Financeiro em Petrópolis
1.215 Empresas pediram Licença para se instalar e ficaram sem resposta
 
03/01/2017 - 18:34 - Um balanço prévio das licenças ambientais que estão atrasadas no município dão o tom da falta de desenvolvimento que a cidade vive: até abril de 2016, são 1.798 processos parados na Prefeitura. Desses, 1.215 são de empresas que solicitaram o licenciamento ambiental e ficaram sem resposta. O levantamento feito pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, a pedido do prefeito Bernardo Rossi foi divulgado nesta terça-feira (03.01).

Para Fred Procópio, que vai assumir a secretaria de Meio Ambiente, mas que já está trabalhando na pasta ainda acoplada ao Desenvolvimento Econômico, esse atraso atrapalha a evolução financeira da cidade.
 
“Esses são casos em que as empresas não receberam a resposta da Prefeitura sobre a chance de investimento em alguma região. Imagina um empresário que quer investir na cidade e não tem uma resposta? A cidade deixa de gerar emprego e renda”, disse o futuro secretário.
 
“Petrópolis parou no tempo e é falta de gestão, de vontade de fazer e de determinação. Vamos recuperar todos os aspectos em que a cidade deixou de cuidar e voltar a ter desenvolvimento e preservação”, destacou o prefeito Bernardo Rossi.

Além disso, são 547 processos de controle ambiental parados quando a Prefeitura precisa fiscalizar as obras que estão sendo feitas no município e mais 11 casos de comissão julgadora de ações ambientais. O município também deve explicações ao Ministério Público Estadual, que questionou 29 licenças dadas pela Prefeitura. O Ministério Público Federal também aguarda resposta sobre 46 processos de licenciamento.

“Estamos planejando uma força tarefa para resolver essas questões. É uma prioridade nossa. Também vamos rever o trabalho de fiscalização, com a melhora do efetivo, reestruturando e aparelhando melhor a Guarda Ambiental. Vamos trabalhar muito para superar todas as dificuldades”, afirmou Fred Procópio.
 
Bernardo Rossi visita Centro Administrativo e recebe Apoio dos Funcionários

Medidas de austeridade com contingenciamento de gastos também  agradam aos servidores públicos. Em visita ao Centro Administrativo na Barão do Rio Branco onde estão instaladas algumas das repartições municipais, o prefeito Bernardo Rossi recebeu aval dos servidores públicos que concordam com as ações e querem melhores condições de trabalho. No local, houve problemas no funcionamento de secretarias como a de Desenvolvimento Econômico onde não era possível acessar a internet nem fazer ligações de telefone.

“Estou visitando todas as repartições para reafirmar meu compromisso de colocar a casa em ordem e valorizar o servidor que precisa de condições para desempenhar suas funções”, afirma Bernardo Rossi. O prefeito esteve nas secretarias de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Assistência Social, Saúde e Administração.

No Centro Administrativo, Ana Cristina Passos Cabral, da Junta Comercial do Estado do Rio (Jucerja) que funciona atrelada à Fazenda, elogiou o prefeito.

“Bernardo, tenho certeza de que vamos conseguir melhorar a nossa cidade”. Auxiliar de serviços gerais há 28 anos na prefeitura, Sandra de Jesus também comemorou. “Bernardo é ótimo e se Deus quiser vai tudo ficar muito bom”.
Programação dos filmes em cartaz