Boa noite!           Sábado 31/10/2020   20:12
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Artigos > Respiração pela boca aumenta chances de cáries
Respiração pela boca aumenta chances de cáries
A diminuição da produção de saliva e o ressecamento reduzem a proteção do ambiente bucal.

23/08/2016 20:05 - Problemas respiratórios, como obstrução nasal e infecções, são capazes de refletir também na saúde bucal. A respiração pela boca leva ao ressecamento e a chances maiores de cáries, além do agravamento de doenças periodontais, como a gengivite. A diminuição da salivação, chamada de xerostomia, também pode ser causada por disfunções nas glândulas salivares. A definição do tratamento depende da origem do problema.

O cirurgião dentista do Instituto Rio Márcio Marques, explica que a saliva tem função detergente, ou seja, ela “lava” a boca, eliminando constantemente as bactérias que habitam naturalmente o ambiente.

“A salivação mantém a quantidade de microorganismos presentes na boca em equilíbrio. Eles só não aumentam numericamente porque o fluxo salivar faz com que a pessoa engula as bactérias a todo momento”, esclarece o especialista, ressaltando que é comprovado que pacientes com baixo fluxo salivar têm cáries com mais frequência e as doenças periodontais surgem de forma mais grave, devido ao grau de contaminação da boca.

A xerostomia pode ter origem em alguma síndrome, como a menopausa. O tratamento deve ser definido pelo dentista conforme cada caso específico.

“Para quem tem ou está com diminuição na produção de fluxo salivar, a saliva artificial pode ser uma solução. Mas a causa deve ser sempre investigada. No caso da deficiência ser ocasionado pela dificuldade em manter a boca fechada, o que é mais comum durante o sono, é necessário tratar a origem, que pode ser um problema no sistema respiratório, por exemplo”, explica o Cirurgião Dentista Márcio Marques.
Programação dos filmes em cartaz