Boa noite!           Terça 30/11/2021   18:29
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Mais de Dois Mil Imóveis são Vistoriados em Ação Conjunta entre Prefeitura, o Exército e a Aeronáutica
Mais de Dois Mil Imóveis são Vistoriados em Ação Conjunta entre Prefeitura, o Exército e a Aeronáutica
19/02/2016 - 19:17 - A força tarefa montada entre a Prefeitura, o Exército e a Aeronáutica para o combate ao Aedes Aegypti – transmissor da dengue, febre chikungunya e o zika vírus, visitou 2.306 domicílios em todos os bairros da cidade, entre os dias 15 e 18 de fevereiro. Em 122 deles foram encontrados focos do mosquito. Ao todo 390 militares do 32º Batalhão de Infantaria Leve Dom Pedro II e do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo do Pico do Couto atuaram ao lado dos Agentes de Combate a Endemias (ACES).

Na próxima semana, começa a terceira etapa da ação conjunta com campanhas de conscientização nas escolas da rede municipal. A força tarefa teve início no último sábado (13/2) com o Dia D de mobilização contra o mosquito, quando foram distribuídos mais de 40 mil panfletos sobre os cuidados para evitar a proliferação do Aedes Aegypti.

“É um momento de somarmos forças e juntos lutarmos contra o mosquito. A Prefeitura está reforçando suas ações e precisamos que a sociedade também se engaje. Só conseguimos vencer esta batalha com a união de todos”, reforçou o prefeito Rubens Bomtempo, lembrando a criação da Frente Municipal de Combate ao Aedes Aegypti, onde equipes de diferentes secretarias municipais, incluindo a Defesa Civil e a Secretaria de Segurança, com a Guarda Civil, todas as secretarias, a Defesa Civil e a Guarda Municipal, atuam juntos na mobilização da população e no controle do vetor.

“Num momento como este é importante que todos os atores participem no combate ao mosquito não só o município”, disse o secretário de Saúde Marcus Curvelo. Na segunda-feira (22/2), haverá uma reunião com o comando do Exército e da Aeronáutica para definir o plano de ação desta terceira fase. 

Sigas as dicas para evitar focos do mosquito:

- Não deixar a água se acumular em recipientes como, por exemplo, vasos, calhas, pneus, cacos de vidro, latas e etc.
- Manter fechadas as caixas d’água, poços e cisternas.
- Não cultivar plantas em vasos com água. Usar terra ou areia nestes casos.
- Tratar as piscinas com cloro e fazer a limpeza constante. O ideal é deixá-las cobertas ou vazias quando não for usar por um longo período.
- Manter as calhas limpas e desentupidas.
- Avisar um agente público de saúde do município caso exista alguma situação onde há o risco de proliferação da doença.

Programação dos filmes em cartaz