Boa tarde!           Segunda 21/10/2019   14:18
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Exposições > Novidades nas Exposições de Arte no Centro de Cultura
Novidades nas Exposições de Arte no Centro de Cultura
16/04/2015 - 13:37 - Esta semana começou cheia de novidades no Centro de Cultura Raul de Leoni. Por decisão da Prefeitura de Petrópolis, por meio da Fundação de Cultura e Turismo, o horário de visitação das exposições de arte naquele local foi ampliado, passando as galerias a abrirem também pela manhã, a partir das 10h. Inclusive, em caráter excepcional, durante os próximos feriados (21 e 23 de abril) a visitação acontecerá também em horário normal.

Além disso, três novas exposições, inauguradas na última sexta-feira, 10, vieram se somar à mostra que já tinha sido aberta à visitação no local. Elas incluem uma coletiva de artes plásticas, da Tânia Leal Art & Design, uma mostra fotográfica de Maycon Andersen e uma individual do artista plástico D. Serra. Confira aqui os detalhes:
 
“Eu, Paroxismo, e o desdobramento das cores e formas” - D. Serra
 
São mais de 100 obras na galeria Aloísio Magalhães. Delas, 80 miniaturas de pinturas consagradas, em releituras feitas por D. Serra (75 delas sobre trabalhos de Van Gogh), além de duas esculturas em bronze e 21 telas pintadas em vários estilos e temas.  “Não me prendo a padrões, vou da paisagem ao expressionismo e ao abstrato”, declara o artista, mostrando alguns dos trabalhos expostos. “E me sinto muito satisfeito de ver as pessoas aqui, gostando do que estão vendo”, disse ele durante à abertura da mostra, referindo-se às dezenas de visitantes que movimentaram a galeria na noite da última sexta-feira.
 
Os trabalhos mereceram expressões de entusiasmo de admiradores antigos e novos. “É a melhor exposição que ele já fez”, sentencia a educadora Sumara G. Brito, ex-secretária de Educação de Petrópolis. E explica: “A cada dia ele está surpreendendo. O jogo de cores está mais intenso, os temas mais interessantes. Com esta exposição ele marca um ponto no sucesso”. A artesã Sofia Carvalho dispara: “É muito bonita, bem a loucura dele!” E quem nunca tinha visto de perto o trabalho de D. Serra, também aprovou. Como o jovem Ricardo de Souza, de 25 anos, que avalia: “É muito boa a exposição. Gostei do modo como ele lida com as formas e da variedade de temas, como mulheres, música... Não é só paisagem. Achei seu trabalho versátil, bem bacana.”
 
Para Ricardo, visitar exposições é também uma ótima sugestão de programa para os jovens. “Tento convencer amigos. O tempo que a gente gasta vendo TV, que não vai acrescentar nada, é melhor empregado visitando uma exposição. Além de prestigiar o artista, a gente adquira mais cultura.”
 
Quem quiser conferir, pode comparecer de terça a sábado das 10h às 18h; aos domingos, das 10h às 17h. Classificação: 16 anos. Até 3 de maio.
 
“Criatividade Relativa” – Coletiva
 
Organizada pela produtora cultural Tânia Leal, também curadora, a exposição está em seu quarto ano e traz para a Galeria Djanira mais de 45 trabalhos de 10 artistas, entre petropolitanos, cariocas e uma de Volta Redonda. Há aquarelas, óleo sobre tela, óleo sobre chapa rígida, acrílico sobre tela e esculturas em argila. Os temas vão do estilo figurativo ao abstrato, passando por figuras humanas, paisagens, natureza morta, cenas do cotidiano rural e motivos religiosos – da pintura que remete a Jesus Cristo às orixás do candomblé feitas em argila.
 
“Normalmente, a exposição coletiva é enriquecedora, por variar temas e técnicas nos trabalhos apresentados, além dos próprios artistas”, ressalta a curadora, que já foi proprietária de galeria de arte e vem trabalhando há anos com um grupo selecionado de artistas. Os que têm seus trabalhos expostos são: Alex Sant’Anna, Bob Ceperuelo, Elsie Paiva, Elyethe Marinho, Fábio Tedeschi, Flávio Gall, Liana Achão, Marie T., Mauro Vicente e Paula Rigo.
 
O horário de visitação é de terça a sábado, das 10h às 18h. Não abre aos domingos. Classificação: Livre.  Até 30 de abril.
 
“Retratando lugares que fogem do Habitual” – Maycon Andersen
 
No Espaço Alternativo do Centro de Cultura, a exposição é de fotografias que mostram, em 15 imagens selecionadas ao longo de dois anos de trabalho, o olhar sutil do jovem fotógrafo Maycon Andersen, de 18 anos, sobre paisagens - marinhas ou urbanas -, edificações, caminhos, closes de detalhes da natureza ou da atividade humana.
 
“As fotos foram tiradas a partir de cada singularidade que percebi andando pela cidade. Em muitos casos, certos detalhes passam despercebidos por conta da correria do dia-a-dia, ou até mesmo por acharmos que em nossos caminhos não exista nada que desperta a atenção”, explica Andersen.
   
Horário de visitação: de terça a sábado, das 10h às 18h; aos domingos, das 10h às 17h. Classificação: Livre. Até 3 de maio.
 
O Centro de Cultura Raul de Leoni fica na Praça Visconde de Mauá, 305, Centro Histórico. O telefone é (24)2233-1200. Outras informações, Disque Turismo: 0800 024 1516.
 

Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis
Programação dos filmes em cartaz