Boa tarde!           Segunda 21/10/2019   15:30
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Exposições > Festa da Cultura Afro-Brasileira de Petrópolis entra neste Sábado no Terceiro Dia
Festa da Cultura Afro-Brasileira de Petrópolis entra neste Sábado no Terceiro Dia
21/11/2014 - 17:44 - Não falta animação na Festa dada Cultura Afro-Brasileira de Petrópolis, cuja programação principal acontece no Palácio de Cristal desde quinta-feira, 20. Capoeira, jongo e maculelê reúnem diariamente o público em rodas, como aconteceu também na Praça da Liberdade, na quinta-feira, por ocasião da abertura do evento. Mas não são somente as artes de roda a envolver o público: shows de música, dança, percussão, teatro, oficinas, palestras e exposições atendem a diversos tipos de público e interesses. Para este sábado, penúltimo dia da festa, mais atrações estão sendo oferecidas pela Prefeitura, por meio da Fundação de Cultura e Turismo e Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, em parceria com o Conselho Municipal e Promoção da Igualdade Racial (Compir).
 
As barracas de comidas típicas e de artesanato abrem às 10h (ficam a abertas até às 22h). Às 10h30 começa a programação cultural com uma palestra do diretor do Museu Imperial, professor Maurício Vicente Ferreira Junior: “A Liberdade como o Desabrochar de uma Flor”. Os grupos de Street Dance formado pelos alunos do Instituto Emmanuel e do projeto Morro darão a mostra de seus talentos na dança. Quem quiser aprender a fazer o penteado de tranças nagô terá a chance de ver a demonstração em seu próprio cabelo, na oficina de trança. E para quem gosta de fazer artesanato, uma última chance de participar da Oficina Bebê Abayomi, já realizada na sexta-feira. Nela, as pessoas poderão aprender a fazer a boneca africana, sem costuras ou cola, com retalhos de tecido e ervas aromáticas.
 
Exposições no Palácio de Cristal
 
No interior do Palácio, duas exposições chamam a atenção do público: uma com poesias feitas por alunos das escolas municipais (do 3º ao 9º ano) sobre o tema “A Contribuição da cultura africana na formação da sociedade brasileira”. A outra, de um artista negro que é referência no país na arte da escultura, José Heitor da Silva. Ele reproduz em madeira figuras míticas, de animais e de seres humanos, em peças que demonstram toda a sua sensibilidade e conexão com a natureza. Autodidata, tornou-se conhecido a partir de 1965, quando expôs pela primeira vez no Rio de Janeiro, no Primeiro Salão Esso do Artista Jovem, no Museu de Arte Moderna. Natural de Além Paraíba (MG), ele trouxe consigo para o Palácio de Cristal cinco dos seus mais expressivos trabalhos, na exposição “O imaginário em madeira”. Esbanjando simpatia, ele conversa com o público que o procura e se revela um exemplo de consciência, dignidade e superação.
 
“Sofri muito preconceito das outras crianças, quando menino, o que me deixava triste, refletindo sobre o fato de que éramos todos filhos de Deus. Um dia vi um garoto atirar uma pedra em um tiziu que estava pousado no chão. A pedra não atingiu o passarinho e ele alçou voo. Então pensei: passarinho negro voa, então eu também posso voar. Sou filho de Deus, portanto ele deve ter me dado um talento. Vou descobrir meu talento e voar”, diz. José Heitor tentou a música, o jogo de futebol – que via como arte – e se descobriu poeta, antes de escultor. Só sabia que devia procurar a beleza. Mas o dia em que chegou à escultura encontrou seu caminho. “É a minha arte, não só pelas figuras que produzo, mas porque posso colocar minha alma na madeira. Eu a coloco em forma de mensagens que as imagens transmitem, como a necessidade de preservação da natureza e dos animais, ou a visão do homem que arrebenta os elos e constrói os degraus que usa para sua evolução, para se libertar de todas as prisões, como a do medo”.
 
No Centro de Cultura Raul de Leoni, será realizada a projeção do último filme do festival que integra o evento: “África dos Meus Sonhos”, com Kim Basenger, Vincent Perez e Liam Aiken. A sessão é às 17h e a classificação etária é 14 anos. Também em outros bairros estão acontecendo alguns eventos, dentro da Programação da Festa da Cultura Afro Brasileira. Todos com entrada franca. A relação completa está no site www.petropolis.rj.gov.br.

Programação dos filmes em cartaz