Boa tarde!           Domingo 18/08/2019   14:47
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Entretenimento > Eventos Variados > Choro na Praça no Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de PARATY
Choro na Praça no Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de PARATY
20/08/2014 - 15:00 - O grupo Choro na Praça é uma das atrações do 32º Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty, um dos eventos mais tradicionais da cidade do sul do Estado do Rio. A apresentação do grupo liderado pelo flautista Edgard Gordilho é na sexta-feira, dia 22, das 19h às 22h, na Tenda Principal.
 
O Choro na Praça, grupo que há 15 anos divulga o nosso mais genuíno gênero musical, vai dividir o show em duas partes. Na primeira, o grupo conta a história do choro por meio por meio de músicas dos mais relevantes compositores do gênero, como Pixinguinha, Ernesto Nazareth, Waldir Azevedo e Jacob do Bandolim. Já o segundo set será dedicado ao samba, passeando por clássicos como “Aquarela do Brasil” e “O samba da minha terra” a sambas inesquecíveis de Noel Rosa, Nelson Cavaquinho e Cartola, além de sucessos contemporâneos de João Nogueira e Dona Ivone Lara.
 
A programação do festival está na publicação da Prefeitura de Paraty: http://www.youblisher.com/p/955255-Festival-da-Cachaca/
 
Sobre o Choro na Praça
 
Quando se fala em Choro, é fácil pensar em rodas em praças públicas. E foi assim que surgiu, há 15 anos, o grupo Choro na Praça – com o incentivo e o reconhecimento do Ministério da Cultura – tocando a céu aberto em eventos promovidos por prefeituras de vários municípios do Rio de Janeiro. Afinal, se todo artista tem de ir aonde o povo está, o Choro – nosso mais genuíno gênero musical – não poderia ser diferente.

Mas o Choro na Praça conquistou outros espaços além da tradicional pracinha da cidade e assim vem se apresentando em bares, restaurantes, festivais de Choro, eventos corporativos e festas particulares.

O repertório do Choro na Praça conta com mais de uma centena de choros: dos clássicos como “Flor amorosa”, de Joaquim Calado; “Gaúcho (Corta-jaca)”, de Chiquinha Gonzaga; “Odeon”, de Ernesto Nazareth; passando por sucessos obrigatórios em qualquer roda como “Noites cariocas”, de Jacob do Bandolim; “Brasileirinho”, de Waldir Azevedo; e, claro, “Carinhoso”, de Pixinguinha, que é considerado o pai do Choro; chegando aos mestres Severino Araújo e Altamiro Carrilho, instrumentistas e compositores mais contemporâneos, recentemente falecidos.
 
O cardápio musical do Choro na Praça inclui, ainda, vários choros menos populares, por conta da dificuldade de execução e da harmonização não convencional.  Mas outros ritmos brasileiros – como o samba e a bossa nova – e os latinos tango e bolero também estão no vasto repertório do grupo, que mostra, assim, toda sua versatilidade e talento.
 
Além do choro, o grupo Choro na Praça tem um vasto repertório também de bossa nova e samba.
 
O grupo Choro na Praça é formado por Edgard Gordilho (flauta), Pedro Bastos (violão 7 cordas), Maurício Verde (cavaquinho), Luiz Américo (violão 6 cordas), Eber de Freitas (percussão) e João Rafael (pandeiro).
 
O líder do grupo, Edgard Gordilho, apresentou-se durante sete anos consecutivos no Café, Cachaça & Chorinho, o maior e mais duradouro festival do gênero, sendo que no ano de 2012 abriu o festival. Ministrou workshops sobre a obra de Altamiro Carrilho na França, no Rencontre de Toulouse, e na Espanha, no Clube de Choro de Barcelona. Já se apresentou como flautista em shows de choro em Paris e Lisboa, tendo sido convidado por grupos musicais locais. Em abril, vai comemorar o Dia do Choro em Portugal em dois eventos em Lisboa: na Casa Fernando Pessoa, dia 22; e na Praça Pedro IV, Rossio, promovido pela Editora Leya, no dia 23. Levar a bandeira do Choro é fundamental para Gordilho: “Depois que vi e participei de rodas de choro em Portugal, França e Espanha, fiquei ainda mais convicto da importância de trabalhar para divulgar e consolidar ainda mais o Choro no nosso país”.
 
Vale destacar também que os músicos Pedro Bastos, Maurício Verde, Luiz Américo e Eber de Freitas formaram, durante anos, o grupo que acompanhava o mestre Altamiro Carrilho em shows no Brasil e em outros países.
 
Serviço: Choro na Praça -  32º Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty
Dia 22, das 19h às 22h, na Tenda Principal.
Programação dos filmes em cartaz