Boa tarde!           Sexta 28/02/2020   15:59
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Reforma do Curral de Apreensão de Animais segue Acelerada
Reforma do Curral de Apreensão de Animais segue Acelerada
05/05/2014 - 19:03 - As obras no curral de apreensão da cavalaria da Guarda Civil seguem em ritmo acelerado. Cerca de 70% das intervenções, que prevêem a reforma e a ampliação da área, estão concluídas. A medida, de acordo com a chefe do núcleo de Bem Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rosana Portugal, irá permitir melhorias no serviço, que vão desde o recolhimento dos animais nas vias ao controle da anemia infecciosa eqüina.

Dez baias, sendo quatro delas destinadas à quarentena de animais, estão sendo construídas seguindo todas as especificações zootécnicas recomendadas em um curral de apreensão. “O objetivo é que os animais fiquem bem abrigados. Nossa intenção é que o curral seja um modelo, em padrões zootécnicos, para o Estado do Rio de Janeiro”, frisa Rosana. A obra está sendo realizada pela empresa Theopratique, vencedora da licitação realizada pela Prefeitura.

De acordo com Rosana, o projeto prevê ainda um espaço para o lazer do animal, farmácia veterinária e um ambulatório. “Assim que chegarem no curral, os animais terão o sangue recolhido para o exame de anemia infecciosa, o que é exigido pela Comissão Estadual de Controle de Anemias Infecciosa Eqüina do RJ. Eles também serão microchipados”, explica a veterinária.

A veterinária ressalta que o local não é um abrigo para os animais. Ela explica que os equídeos que são encontrados em via pública são levados para o curral de apreensão e os donos devem ir buscá-los. É preciso, no entanto, que o proprietário siga regras para reaver seus animais: eles têm que pagar multa e assinar um termo de responsabilidade, que lista uma série de compromissos, como não deixar o animal solto ou preso com cordas ou similares que possam comprometer sua integridade física.

“Os proprietários devem assinar esse documento, garantindo que serão responsáveis pela saúde, higiene, abrigo, alimentação e hidratação adequada dos cavalos. Caso contrário, responderão por crime ambiental, de acordo com a Lei Federal 9605/98, decreto 24645/34”, afirmou Rosana Portugal.

O telefone para solicitar o serviço de recolhimento de animais de grande porte em via pública é o 153.
Programação dos filmes em cartaz