Boa noite!           Sábado 29/02/2020   02:46
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Defesa Civil faz teste Mensal de Acionamento das Sirenes nesta Segunda-Feira
Defesa Civil faz teste Mensal de Acionamento das Sirenes nesta Segunda-Feira
07/02/2014 - 17:33 - A Secretaria de Proteção e Defesa Civil realizará na próxima segunda-feira (10/2), às 10h, o teste mensal das 18 sirenes instaladas em Petrópolis. A medida permite que possíveis falhas no Sistema de Alerta e Alarme sejam identificadas a tempo, para que esta importante ferramenta esteja sempre pronta para ser utilizada em dias de chuva, quando houver risco iminente de deslizamentos. O secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, lembra que é essencial que as pessoas estejam atentas e sigam as orientações dos agentes, agindo de forma preventiva.

No teste, as 18 sirenes serão acionadas remotamente, da sede da Defesa Civil, pela internet , e também manualmente. Caso haja falhas, os problemas serão comunicados à empresa responsável pela manutenção, contratada pelo Governo do Estado. Os exercícios mensais de acionamento, realizados desde o início do governo Rubens Bomtempo, permitiram o aumento do número de equipamentos funcionando: no teste de setembro eram somente cinco as que podiam ser acionadas à distância. No mês passado elas já somavam 14.

O secretário de Proteção e Defesa Civil lembra que as sirenes são o último aviso para os moradores de áreas de risco. “Quando a sirene toca, já era para o morador ter saído de casa. Ele não deve esperar a sirene. Assim que começar a chover forte, o morador perceberá pelo barulho no telhado. Nessa hora, ele deve sair imediatamente de casa e ir para um local seguro”.

As 18 sirenes estão instaladas em dez comunidades: no Quitandinha, Ferroviários, Vila Felipe, João Xavier, Sargento Boening, São Sebastião, Siméria, Independência, Dr. Thouzet e 24 de Maio. No mês passado, a Defesa Civil reposicionou a sirene do Dr. Thouzet, agora instalada na Servidão Arlindo Lucas, próxima à Unidade de Proteção Comunitária (UPC), o que permitirá que mais pessoas ouçam os alertas.

Há um total de 24 pontos de apoio nas regiões alcançadas pelas sirenes. Elas servem de opção aos moradores de áreas de risco, que também podem se dirigir para casas de parentes ou amigos em áreas seguras.

Programação dos filmes em cartaz