Boa noite!           Domingo 27/09/2020   01:48
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Meio Ambiente > Defesa Civil instala Ponto de Apoio na Rua Luiz Winter para o Caso de Chuvas Fortes
Defesa Civil instala Ponto de Apoio na Rua Luiz Winter para o Caso de Chuvas Fortes
29/01/2014 - 20:31 - A Rua Luiz Winter, no Bingen, já conta com um ponto de apoio para o caso de chuvas fortes: a Escola São João Batista. O local foi sinalizado pela Secretaria de Proteção e Defesa Civil nesta semana. Os moradores de áreas de risco da região deverão ir para o local sempre que começar a chover forte, reduzindo assim a possibilidade de desastres naturais naquela comunidade.

O secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, lembra que o poder público e a população devem atuar juntos nas ações de prevenção. Para isso, os moradores não devem arriscar suas vidas e as de familiares ficando em casa quando não houver segurança.

“Quem mora em área de risco sabe quando a chuva é forte ou não, até pelo barulho no telhado. Então, nesses casos, é para sair de casa imediatamente e ir para o ponto de apoio. Na Rua Luiz Winter, o ponto de apoio é na Escola São João Batista, um lugar de fácil acesso, bem sinalizado e onde todos sabem onde fica. Outra opção para os moradores é ir para a casa de amigos ou parentes que não ficam em áreas de risco”, disse o secretário Rafael Simão.

A instalação do ponto de apoio faz parte de um pacote de medidas do prefeito Rubens Bomtempo para deixar a comunidade da Luiz Winter mais segura no verão. No dia 7 de janeiro, cerca de 40 moradores e agentes de saúde da região foram capacitados pela Defesa Civil com a criação do Nudec da comunidade São João Batista. No dia 20, um pluviômetro semiautomático foi instalado na comunidade. O equipamento foi colocado no telhado da casa da moradora Juracir do Amaral, responsável pela Igreja São João Batista e coordenadora do Nudec da região. No caso de chuvas, a moradora acompanhará os índices pluviométricos dentro de casa, onde está o visor, e informará os números registrados à Defesa Civil. Se houver necessidade, o órgão enviará agentes ao local.

“A escola já funcionava com ponto de apoio, mas agora está sinalizada, com duas placas. É um lugar que as pessoas já conhecem, então não têm dificuldade de chegar. Se precisar, eu abro a escola para receber as pessoas. Há bastante espaço nas salas de aula e no pátio”, disse a moradora Juracir.

Programação dos filmes em cartaz