Boa noite!           Domingo 15/12/2019   19:30
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Curiosidades > Dia dos Namorados
Dia dos Namorados

O dia dos Namorados começou a ser celebrado no século III, após a morte do sacerdote São Valentim. Na época, o imperador de Roma, Cláudio II (o culpado de tudo!), queria que os homens se alistassem como vonluntários para a guerra, mas em função da família e dos filhos, o número de alistamento era muito baixo. Somente os solteiros se dispunham a morrer em combate. Observando isso o imperador decretou uma lei que proibia os homens de se casarem, sob pena de morte para quem descumprisse a ordem.

 Os jovens namorados ficaram revoltados com a determinação de Cláudio. Além deles, o sacerdote Valentim também não concordava com a imposição do imperador romano e resolveu celebrar os casamentos clandestinamente. As cerimônias eram realizadas em salas com pouca iluminação, para não chamar atenção dos guardas romanos. Numa determinada noite, os soldados surpreenderam o sacerdote durante a celebração de um casamento.

 Os noivos conseguiram escapar, mas Valentim foi preso e condenado a morte. Durante os dias em que esteve aprisionado, vários apaixonados passavam pela janela da cela do sacerdote e jogavam flores e mensagens dizendo acreditar no poder do amor. Uma das jovens era filha do carcereiro e conseguia visitar Valentim. No dia de sua execução, o condenado agradeceu as conversas com a amiga através de uma carta, fazendo com que muitos acreditassem que ele havia se apaixonado pela moça.

 Essa mensagem teria iniciado a prática dos namorados trocarem mensagens de amor. A execução do sacerdote aconteceu no dia 14 de fevereiro do ano de 269, data em que passou a ser comemorado o Dia dos Namorados. No Brasil a data é comemorada no dia 12 de junho, às vésperas do Dia de Santo Antônio, o santo casamenteiro.


Um momento....

As alegrias da vida são momentos felizes que trazemos conosco. Neste dia esqueça por um momento todos os problemas e demostre o seu amor. Não importa a idade, posição social, nada. Quem ama, se sentirá feliz em ter a oportunidade para mostrar o quanto ama. Quem é amado, se sentirá mais feliz ainda por saber que naquele momento existe alguém que se importa com ele(a). Se permita ser feliz.

Não deixe esse momento passar, a vida é curta e quem sabe se amanhã você terá a oportunidade de demonstrar seu amor.

Pequenos gestos são suficientes para uma singela demonstração de amor. Uma flor colhida no jardim e oferecida com uma palavra doce e olhar envolvente vale mais do que um jantar caríssimo no melhor restaurante ou a jóia mais bela e mais rara. O que vale não é o presente, é a lembrança e a demonstração do compromisso que duas pessoas fizeram uma com a outra. Claro que existem pessoas que não valorizarão esse gesto, mas existem pessoas e pessoas. Isso é outra estória.

Não importa quanto tempo dure esse amor, pode ser durante um tempo curto ou por uma vida inteira.

Se seu amor não é mais seu namorado é agora seu marido/mulher ranheta que vive a reclamar a seu lado, olhe para ele/ela e diga o quanto a/o ama. Já parou para pensar quanto tempo faz você não dedica um momento, somente um breve momento para demonstrar esse amor? É uma boa oportunidade para começar....

Se você não tem neste momento um amor, não fique triste. Este não é o seu momento, mas quem sabe daqui a um segundo quando você sair para comprar um pão ou fazer compras no mercado ou ainda for a uma festa lá estará ele. Quando seu olhar cruzar com o dele aí sim você dirá: este é o meu momento. Não espere, demonstre o que sente. 

Se nada funcionar, ainda existe uma esperança, no dia seguinte (dia 13/06) é dia de Santo Antonio. Tenha uma conversa séria com ele e quem sabe ele não dê uma mãozinha.....

Gabriela Falconi

Programação dos filmes em cartaz