Boa noite!           Sbado 02/03/2024   03:27
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Arte Sempre > Arte Sempre - Expressão e Arte por Renata Pertot
Arte Sempre - Expressão e Arte por Renata Pertot

Número 3 - Expressão e Arte

Quando vamos a uma exposição de Arte, vemos sempre além dos trabalhos em si, uma série de textos com palavras e mais palavras sobre aquela obra, sobre aquele artista. São palavras intensas que expõem a alma do artista para que nós a possamos entender. Muitas são as interpretações possíveis da obra de um artista. Mas e o artista? Será que ele pensou mesmo tudo aquilo que é dito? Será que ele quer mesmo dizer aquilo?

As curadorias são muito importantes. É muito bom um olhar exterior para contextualizar o conjunto de um trabalho. É importante que uma exposição séria a tenha. Ela dá estrutura e alinha o processo. Mas volto a perguntar: e o artista? Qual o seu pensamento diante de sua própria obra?

Como é o processo da criação? Um transe, um arrebatamento? Uma ideia preconcebida? Uma intenção? De onde vem a obra de arte? Fruto de trabalho mental intenso, a obra surge das mais diversas formas. Pode brotar cheia de energia em um minuto ou pode demorar anos. Porém mesmo a que sai em um minuto tem em si uma carga, uma bagagem envolvida. O processo de criação é árduo, trabalhoso, diuturno. É fruto de seu tempo e de seus questionamentos. Trabalhar com a Arte é estar sempre aberto ao mundo e suas visões. O artista ao produzir seu trabalho, muitas vezes nem sabe o que está por vir. A intenção pode se desvirtuar no meio do caminho entre a mente e a mão. A técnica apurada deixa-se muitas vezes controlar pelo acaso. Mas o acaso nem sempre é tão acaso assim. O “erro” pode ser deixado para virar um “acerto”.

O que faz um artista é o somatório de sua sensibilidade, sua bagagem de vida e sua técnica além do estudo constante de novas possibilidades. É na solidão do atelier que a obra toma forma, mas é na vida e no conjunto de suas vivências que a obra se constrói. 

E o discurso por trás da obra? Normalmente é criado depois da obra pronta ou ainda no andamento dela. Depois novos olhares dão novos direcionamentos, como o olhar do curador.

Se você tem alguma questão sobre Arte, alguma dúvida, entre em contato. A coluna estará à disposição. Bem amigos, até a próxima coluna. Arte, Sempre!
Programação dos filmes em cartaz