Boa noite!           Quarta 16/10/2019   23:26
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Alerj Informa > Ônibus da Defesa do Consumidor da Alerj estará em Petrópolis terça e quarta-feira
Ônibus da Defesa do Consumidor da Alerj estará em Petrópolis terça e quarta-feira
28/06/2013 - 17:27 - A unidade móvel da Comissão de Defesa do Consumidor da Alerj tem uma agenda em Petrópolis até o final do ano prestando atendimentos prioritariamente nos bairros e distritos. A presença do ônibus e da equipe da Comissão atende a uma reivindicação do deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB). Essa semana,  terça e quarta-feira (02 e 03.07), o ônibus estará no Alto Independência, de 9 às 15h. Quinta e sexta-feira (04 e 05.07), a unidade móvel segue para o município vizinho de São José do Vale do Rio Preto.
    
Mais de 1.350 petropolitanos já usaram a Comissão de Defesa do Consumidor da Alerj para intermediar queixas, reclamações e pedidos de ressarcimento de empresas privadas e concessionárias de serviços públicos. Em maio, com atendimentos no Alto da Serra e Madame Machado, mais de 70 pessoas buscaram o serviço na unidade móvel. Outra parcela recorreu posteriormente, depois de instruída,  ao serviço telefônico gratuito mantido pela Comissão.
     
A Comissão, em todo o Estado, já atendeu a mais 70 mil consumidores e a unidade móvel, em funcionamento há nove anos, é responsável por mais da metade dos casos registrados incluindo o site da Assembleia, o telefone 0800  282 7060 e a presença física do consumidor no Palácio Tiradentes, sede do parlamento, no Centro do Rio.
   
Nos atendimentos em Petrópolis, os agentes recolherão as reclamações diretamente com os consumidores e os casos são analisados na hora, porque o ônibus possui equipamentos conectados on line com a central, na Alerj.  Os andamentos dos processos abertos são comunicados por correspondência, física ou virtual, ou por telefone aos consumidores.  Quem não estiver com os documentos comprobatórios (notas fiscais, contas etc) poderá fazer sua reclamação posteriormente por telefone. Esses documentos podem ser enviados à Comissão por faz, por meio digital e pelos Correios.
   
- O importante é que o consumidor registre a queixa e que corra atrás de seus direitos. Muito se avançou na área, mas podemos fazer melhor, fazer mais, garantir mais tranquilidade a quem paga por um equipamento, um objeto, um serviço", defende Bernardo Rossi. O deputado petropolitano cita como exemplo a CPI da telefonia celular instalada na Alerj a qual faz parte. "São milhares de queixas por ano. O consumidor, ao reclamar um serviço público que não o atende, uma mercadoria que não funciona está, antes de tudo, exercendo um direito de cidadão. A evolução da defesa do consumidor se confunde e faz parte da redemocratização do país. É importante participar e garantir seus direitos", considera Bernardo Rossi.
 
Programação dos filmes em cartaz