Boa noite!           Quarta 11/12/2019   01:50
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Caderno Cultura Netpetropolis > Corredor Cultural Vetado no Conselho de Cultura
Corredor Cultural Vetado no Conselho de Cultura
13/11/2012 - 12:45 - O projeto Corredor Cultural foi vetado no Conselho Municipal de Cultura, após votação realizada na assembléia da última segunda-feira. Pauta esta que, apesar de largamente comentada na cidade, ainda não havia sido submetida a discussão no Conselho e, portanto, sem deliberação por parte dos segmentos culturais, diretamente interessados no assunto.
        
Na reunião do Conselho de Cultura o tema deu origem a grandes questionamentos, quando ficou claro que os conselheiros não são contra o projeto Corredor Cultural, tanto que a referida pauta foi priorizada por ser considerada importante. Porém, os argumentos colocados giraram em torno da desaprovação do formato do projeto, que inclusive foi enviado à Câmara Municipal sem que tivesse sido apresentado ao conselho.

Um projeto desta magnitude interfere diretamente na vida de milhares de pessoas. É função das políticas públicas amparar e fornecer as ferramentas para que as manifestações culturais sejam um processo natural. Entendemos que, primeiramente, devemos unir forças e pensar numa reforma da legislação municipal, como o Código de Posturas e a Lupos – revela o presidente do CMC, Leonardo Randolfo. Ele acredita que muitos estudos e outras avaliações ainda serão necessários quanto à idéia, ressaltando que o Conselho considera imprescindível a existência de projetos que valorizem e criem espaços para o trabalho da classe artística.

De acordo com as colocações dos conselheiros nesta última assembléia, o Conselho de Cultura questionou o formato do projeto por inúmeros motivos, entre eles: preocupação com a viabilidade urbana da proposta; como garantir o direito à tranqüilidade dos moradores locais e a ordem em caso de grande aglomeração de gente; e sobretudo por ser o local proposto (rua Floriano Peixoto e adjacências) uma das principais vias de acesso do Centro Histórico. Desta forma, conselheiros entendem que, primeiro, será necessária a consolidação de um plano de mobilidade urbana, para que o referido projeto não seja mais um complicador do trânsito.

O Conselho de Cultura representa a voz dos segmentos artístico-culturais da sociedade civil. Atualmente trata-se de um órgão deliberativo da política cultural no município, desenvolvendo um trabalho construtivo junto aos segmentos da sociedade civil organizada. Segundo seu presidente, o CMC informou através de ofício o Executivo Municipal – como é de sua função –, da decisão tomada em assembléia, solicitando a retirada imediata do projeto de lei da Câmara de Vereadores. De acordo com Randolfo, quando se iniciar o próximo exercício de governo, o CMC pautará novamente o projeto Corredor Cultural, ampliando os espaços de discussão com os segmentos artísticos e o resto da sociedade.

Programação dos filmes em cartaz