Boa tarde!           Terça 20/08/2019   15:46
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Caderno Cultura Netpetropolis > Audiência Pública Sobre Sistemas de Cultura na Região Serrana
Audiência Pública Sobre Sistemas de Cultura na Região Serrana
 18/04/2012 -  A Audiência Pública sobre Sistemas de Cultura na Região Serrana aconteceu no Centro de Cultura Raul de Leoni, com autoridades municipais, estaduais e federais, sob a presidência do deputado estadual Robson Leite. 

Petrópolis foi destacada como a mais avançada em termos de implantação do Sistema Municipal de Cultura. De acordo com o Secretário de Articulação Institucional do Ministério da Cultura, João Roberto Peixe, “18 Estados já estão integrados e três deles com seus sistemas constituídos.A meta é chegar a 2020 com todos os Estados com seus sistemas funcionando”- afirmou.

O deputado Robson Leite disse ser esta a 17ª Audiência Pública e a 4ª na região serrana sobre Sistemas de Cultura, destacando o trabalho de incentivo, a fim de que os municípios possam ter os instrumentos para caminhar nessa pauta. A deputada federal Jandira Feghali, presidente da Frente Parlamentar Mista da Cultura, prestou informações sobre o trabalho no Congresso em torno das questões culturais. Destacou o valor de um fórum como esse, e referindo-se aos conselhos municipais de cultura, declarou que “o conselho não é de governo e se houver um plano decenal, vamos ter no mínimo duas gestões e meia com diretrizes políticas estabelecidas em lei, para que não haja interrupção”. 

Falou da importância da sociedade ter controle sobre o Fundo Municipal de Cultura, através dos conselhos, para que se saiba para onde estão indo os recursos.

Depois de abrir o evento, que contou com a apresentação do Coral Municipal de Petrópolis sob a regência do maestro Paulo Afonso Filho, o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Gilson Domingos, parabenizou o deputado Robson Leite pela iniciativa dos debates em torno de um “tema como esse, da maior importância para todos os municípíos”, falando em nome do prefeito Paulo Mustrangi. 

O presidente do Conselho Municipal de Cultura—CMC, Leonardo Randolfo, declarou que o fato de Petrópolis estar à frente dos demais municípios com relação ao Sistema Municipal de Cultura, se deve ao esforço da Fundação de Cultura e Governo Municipal com a sociedade organizada. Disse que o CMC “é a grande ferramenta para que os agentes culturais entendam que o importante é priorizar o que é bom para a cidade e não para um segmento”, acrescentando que o conselho tem a tarefa de saber administrar mais de meio milhão de reais anuais, do Fundo Municipal de Cultura. 

O representante do Minc/ Regional RJ, Marcelo Velloso, lembrou a importância desse movimento dizendo que “a sociedade fluminense sabe o que é Sistema Municipal de Cultura e que a região serrana é uma das regiões com maior percentual de adesão”. 

Delmar Cavalcante, da Secretaria Estadual de Cultura, destacou a necessidade de institucionalização do Plano Estadual de Cultura e Simone Amorim, Coordenadora do Plano, informou que os municípios serão contactados com vistas à participação em reuniões públicas para discussão de cada setor da Cultura. 

Fizeram parte da mesa presidida pelo deputado Robson Leite, o Secretário do Minc, João Roberto Peixe; a deputada Jandira Feghali; o presidente da FCTP Gilson Domingos; o presidente do CMC Leonardo Randolfo; o representante da Secretaria de Estado de Cultura, Delmar Cavalcanti; a Coordenadora do Plano Estadual de Cultura, Simone Amorim; o representante do Minc/ Regional RJ, Marcelo Velloso; e o Presidente do Fórum de Gestores de Cultura da Região Serrana, Silvio Leal. 

Gestores de Cultura de onze municípios da região serrana participaram da Audiência Pública, bem como conselheiros, artistas e agentes culturais da cidade. 

Programação dos filmes em cartaz