Bom dia!           Domingo 15/12/2019   11:38
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Ecoturismo e Aventura > Calçada das Lages Soltas ou Calçada de Pedra do Inhomirim
Calçada das Lages Soltas ou Calçada de Pedra do Inhomirim



A 3ª via primitiva de comunicação para as viagens do Rio a Petrópolis foi à construção da “Calçada das Lajes Soltas de Dom João VI”. A Estrada também é conhecida como “Calçada de Pedra do Inhomirim” ou “Caminho do Ouro”  e percorre praticamente a mesma picada de Proença (...) sendo concluída em 1809 e inaugurada pelo imperador “durante  viagem que fez a Baixada, a fim de conhecer as obras que ordenava para a remodelação do obsoleto “Caminho Novo”.

A subida por toda  Calçada de Pedra até Alto da serra ainda trazia  dificuldades, pois a via possui muitas curvas fechadas e como fica  praticamente  coberta pela Mata Atlântica  permanece por tempo úmida e escorregadia.  A Calçada foi construída por escravos em três divisões. Nas extremidades e na parte central  possui grandes blocos pedras que  pesam aproximadamente 150 quilos cada,e  ainda pedras menores para  a junção das maiores.



As pedras maiores foram colocadas de forma que auxiliassem as rodas de uma carroça A Calçada de Pedra do Inhomirim, com calçamento ainda hoje preservado e tombado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Artístico e Cultural, o INEPAC, segundo informação de José Soares de Souza no volume do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro citado por Eugenio Toulois em l994, “recebeu um pesado transito de 150.000 animais por ano, e foi considerada na época uma portentosa obra da engenharia brasileira recebendo elogios até l850, quando foi substituída pela Estrada Normal da Estrela”. Porém a via foi utilizada até que fosse consolidada a pavimentação da  nova via principal”.

Características: 
Distancia:
8 Km
Tempo de  Caminhada:  2 h
Classificação: Média
Inclinação: 20 graus (descida)
Dicas: 1 litro de  Água, Short ou Bermuda, Protetor Solar, Alimentos

(Fonte: FELIPE, Anderson Campos, Viagens do Rio de Janeiro a Petrópolis do século XVIII ao século XXI, in História das vias de comunicação, Petrópolis, monografia UFRJ- 2005, p. 10, 11, 12.

pousada paraiso
Programação dos filmes em cartaz