Boa tarde!           Domingo 28/11/2021   17:47
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Petrópolis recebe mais 16 leitos de Unidade de Terapia Intensiva no Hospital Nossa Senhora de Aparecida
Petrópolis recebe mais 16 leitos de Unidade de Terapia Intensiva no Hospital Nossa Senhora de Aparecida
14/08/2020 - 17:44 - Localizados no primeiro andar, leitos serão utilizados por pacientes infectados pela COVID-19, com a possibilidade de remanejamento para atendimento às demais enfermidades, caso necessário. O prefeito Bernardo Rossi esteve, na tarde desta sexta-feira (14/08), recebendo mais 16 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Nossa Senhora de Aparecida (HNSA), no bairro Valparaíso. Os leitos serão utilizados para a internação de pacientes infectados pelo novo coronavírus e poderão ser remanejados para o atendimento de vítimas de outras enfermidades em caso de necessidade.

“Temos visto, hoje, um reflexo positivo de todas as ações que tomamos ainda no mês de março. Petrópolis vem conseguindo controlar a disseminação da doença e mantendo os índices de internação nas Unidades de Terapia Intensiva abaixo dos 30%. Isso é o resultado de muito planejamento. De ações feitas com responsabilidade e com o objetivo de salvar vidas. Hoje recebemos mais 16 leitos específicos ao tratamento de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus. São leitos que vão atender aos infectados da COVID-19, mas que podem ser readaptados para a internação de pacientes com outras doenças em caso de necessidade. Ressalto a importância das medidas de segurança por parte da população e aproveito para lembrar que poderemos retroceder em relação a todo esse avanço, caso nossos índices de internação cheguem aos 80%”, afirmou o prefeito.

No próximo mês, o município vai receber mais 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva, clínicos, no Hospital Alcides Carneiro (HAC), em Corrêas, destinados ao tratamento e internação de pacientes com outras enfermidades, o que vai reforçar, ainda mais, o quadro de internações pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na cidade, atualmente com 63 leitos.

“Temos muito mais segurança para trabalhar após a entrega de mais 16 leitos. Inicialmente serão vagas que vão servir para a internação de pacientes contaminados pelo novo coronavírus, mas que poderão ser readaptados para que possam atender pessoas com outras doenças em caso de necessidade. Temos, hoje, 63 leitos disponíveis para pacientes com outras enfermidades e estamos em pleno crescimento desse número. Vale lembrar que ainda não vencemos a pandemia e que o vírus permanece em todo o mundo e, por isso, é extremamente necessário que todos se mantenham atentos às regras de higiene e de isolamento social. Nosso plano de zelar pela vida e pela saúde dos petropolitanos permanece acima de tudo”, afirmou a secretária de saúde do município, Fabíola Heck.

Segundo o Secretário Chefe de Gabinete, Renan Campos, Petrópolis vem se tornando, ainda mais, uma referência em relação à saúde no Estado do Rio de Janeiro. “Já éramos uma referência em relação à saúde antes da pandemia. Hoje a cidade é vista como modelo a ser seguido por outros municípios do Estado e do país. Passamos por momentos extremamente delicados devido à COVID-19, mas não deixamos de internar nossos pacientes acometidos pelo vírus em nenhum momento. Estamos ampliando nossas unidades, tanto as destinadas aos pacientes infectados pela COVID-19, quanto aos pacientes das demais enfermidades. Além disso estamos fazendo uma testagem em massa da população e colaborando com o mapeamento e monitoramento da doença na cidade. As equipes de saúde vêm percorrendo todos os bairros e distritos na realização de um trabalho de alto nível. Vamos manter o plano inicial do prefeito Bernardo Rossi em salvar vidas e proteger a população”, finalizou o secretário.
Programação dos filmes em cartaz