Boa tarde!           Terça 19/10/2021   14:44
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Música > Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí abre novo Processo Seletivo até 18/11
Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí abre novo Processo Seletivo até 18/11
Idealizada e mantida pela Fiocruz/Petrópolis, iniciativa já contemplou mais de 100 jovens petropolitanos

11/11/2019 - 13:06 - Estão abertas, até 18 de novembro, as inscrições para o 8º. processo seletivo da Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí – OCPIT.  O Projeto oferece um curso gratuito de música com duração de quatro anos, com aulas de teoria musical, práticas de instrumento e prática orquestral. Destinadas preferencialmente a jovens estudantes que estejam cursando entre o 7o. ano do ensino fundamental e o 1o. ano do ensino médio, as vagas são para os instrumentos viola de arco, violino, violoncelo, contrabaixo acústico, flauta transversal e clarinete.

Criada em fevereiro de 2013, a OCPIT é um projeto sociocultural que visa oferecer a oportunidade de formação orquestral, humanista e profissionalizante a alunos da rede pública de ensino de Petrópolis, idealizado e mantido pelo Fórum Itaboraí: Política, Ciência e Cultura na Saúde, unidade da Fiocruz em Petrópolis. “Somos uma instituição pública que atua na discussão acadêmica e na realização prática da promoção da saúde, o que significa muito mais que a prevenção ou cura de doenças.

Significa compreender e abrir caminhos para reduzir as desigualdades sociais, principais causas das enormes diferenças nas condições de saúde da população. Por isso, através da Orquestra, ampliamos o direito à cultura, à possibilidade de manifestar e exercer a vocação musical de muitos que não têm essa possibilidade por falta de meios econômicos e de acesso a esse patrimônio da humanidade. Trabalhamos para apoiar o desenvolvimento desses jovens como cidadãos, como potenciais artistas e, eventualmente, como profissionais da área, fazendo da sua vocação também um meio de vida, se assim desejarem”, explica Felix Rosenberg, Diretor do Fórum Itaboraí.

Atualmente, a Orquestra é formada por 27 jovens músicos petropolitanos e comemora ter quatro instrumentistas egressos cursando o ensino superior de música, nos cursos de Licenciatura em Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, da Universidade Federal de Juiz de Fora – UFJF e da Universidade Católica de Petrópolis – UCP, além de três jovens que em 2019 passaram no Teste de Habilidade Específica, o THE, necessário para ingressar no curso superior de música.

Fortalecendo a proposta, a OCPIT recebe também um patrocínio, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, da Schott Brasil, empresa multinacional de origem alemã, presente no Brasil há mais de 75 anos, fabricante de embalagens de vidro para as indústrias farmacêutica e cosmética e para laboratórios de análises clínicas.

O Curso

O curso, intensivo e gratuito, oferece aulas teóricas e práticas de música, três vezes por semana, sempre no período da tarde, além de apresentações regulares de concertos para diversos públicos, principalmente para escolas da rede pública de Petrópolis, com carga horária de 300 horas ao longo do ano. “As apresentações são parte de nossa metodologia, porque, de um lado, fortalecem o aprendizado e, de outro, divulgam a música clássica, especialmente no ambiente escolar, compartilhando conteúdo cultural e educativo, formando público e estimulando futuros talentos”, explica Celso Franzen Jr., maestro e coordenador da OCPIT.

O maestro complementa que, em 2019, a Orquestra iniciou uma aproximação com a Escola de Música da UniRio, fez diversas apresentações, entre elas 15 em escolas públicas petropolitanas, e ainda tem pela frente uma agenda que inclui concertos na programação do Natal Imperial, na igreja luterana de Petrópolis, no Museu Imperial e no Centro Cultural Banco do Brasil, no Rio de Janeiro, neste último na formação de Camerata, como parte do projeto Música no Museu. Todas as apresentações têm entrada franca.

A Seleção

A seleção ocorrerá em duas etapas: uma entrevista sociomotivacional, no dia 19/11, e uma avaliação geral de aptidões musicais, no dia 30/11, ressaltando que não será exigido nenhum conhecimento técnico ou teórico preliminar e nenhum candidato precisa ter um instrumento. Ambas as etapas de seleção acontecerão no Palácio Itaboraí, sede do Fórum e onde também acontecem as aulas, situado à Rua Visconde de Itaboraí, 188, no Valparaíso.

As inscrições poderão ser feitas na secretaria do Palácio Itaboraí, de segunda a sexta-feira, de 08h às 17h, ou através do telefone (24) 2246-143.

Para conhecer mais sobre a Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí acesse https://www.youtube.com/watch?v=kjeYKqG2J9s&feature=youtu.be&t=1

Fórum Itaboraí – Fiocruz


Inaugurado em 18 de outubro de 2011, como um programa especial da Presidência da Fiocruz, o Palácio Itaboraí abriga o Fórum Itaboraí: Política, Ciência e Cultura na Saúde. O Fórum é um espaço permanente de reflexão e geração de ideias, que tem como principal objetivo reunir intelectuais, cientistas, artistas, gestores e usuários de educação e saúde do Brasil e do estrangeiro, para gerar formulações de políticas e práticas tendentes a reduzir as desigualdades sociais na saúde. O Fórum também desenvolve ações comunitárias que permitam pôr em prática atividades inter e transetoriais. Entre essas práticas se destacam, além da Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí: o Programa de Biodiversidade e Saúde, cujos principais projetos são o Arranjo Produtivo Local – APL de Plantas Medicinais e a Trilha do Arboreto, uma trilha urbana de 808 metros, com um acervo de mais de 400 espécies de plantas vivas e identificadas, sendo a maior parte delas medicinais, que visam disseminar e resgatar os conhecimentos tradicionais e

populares do cuidado na saúde; a Orquestra de Câmara do Palácio Itaboraí – OCPIT, um projeto sociocultural que visa oferecer a oportunidade de formação orquestral, humanista e profissionalizante a alunos da rede pública de ensino de Petrópolis; o desenvolvimento e aplicação de tecnologias sociais (como o Diagnóstico Rápido Participativo – DRP, o Teatro do Oprimido e a cartografia participativa) para o estudo participativo dos determinantes de saúde de territórios em Petrópolis e atuação articulada com outros setores, como o poder público e universidades, para o desenvolvimento local; incluem-se, ainda, a Biblioteca Livre do Palácio Itaboraí, com acervo focado nos Programas do Fórum e disponibilização de acesso a bibliotecas virtuais; atividades de apoio à capacitação tecnológica para trabalhadores de saúde; a investigação-ação participativa no campo da promoção da saúde; debates culturais, projetos, eventos e exposições de artes e cultura, entre outras.

SERVIÇO:

Local: Fórum Itaboraí – Fiocruz
Endereço: Rua Visconde de Itaboraí, 188
Tel.: (24) 2246-1430
Bairro: Valparaíso
Cidade: Petrópolis- RJ

forumitaborai@fiocruz.br
www.forumitaborai.fiocruz.br
www.facebook.com/forumitaborai
Programação dos filmes em cartaz