Boa tarde!           Sábado 25/05/2019   16:25
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Exposições > Exposição destaca Trabalhos de Mulheres acompanhadas pelo Centro de Referência de Assistência Social - dias 13 e 15/03
Exposição destaca Trabalhos de Mulheres acompanhadas pelo Centro de Referência de Assistência Social - dias 13 e 15/03
Mostra que comemora o Dia Internacional da Mulher estará aberta ao público na Câmara Municipal

07/03/2019 - 17:13 - “Mulheres do CRAS” é a exposição que vai ocupar a Sala das Comissões, da Câmara Municipal entre os dias 13 e 15 de março. A mostra, organizada pela Secretaria de Assistência Social em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, reúne trabalhos artesanais feitos por cerca de 200 mulheres acompanhadas pelos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS). A iniciativa destaca o trabalho realizado pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. A visitação é aberta ao público, das 9h às 17h.

Realizada pelo segundo ano consecutivo, a mostra reúne o resultado das oficinas desenvolvidas com as mulheres assistidas nas oito unidades CRAS pela cidade. O projeto visa oferecer atividades que contribuam para a sociabilização e para o aumento da autoestima de mulheres que vivem em vulnerabilidade social. “Esse é uma iniciativa de grande valor social para essas pessoas. Temos que dar destaque para o resultado desse trabalho que, através da arte, resgata muitas vidas”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Além promover a inclusão das pessoas em risco social em programas de auxílio, através do Cadastro Único (CadÚnico) para receber benefícios do Governo Federal, as unidades do CRAS realizam ações para o desenvolvimento das pessoas acompanhadas. O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos é uma dessas iniciativas, voltadas para as mulheres que estejam em risco social e procuram por orientações. “O trabalho foca a integração social, no resgate daquelas pessoas que por vários motivos estejam passando por situação de depressão, tenham sofrido algum tipo de violência e não estejam conseguindo se reintegrar à sociedade. As oficinas desenvolvidas são um importante método para a superação dessas mulheres. Ficamos muito orgulhosos com esse resultado”, destaca a secretária de Assistência Social, Denise Quintella.

O primeiro passo para o atendimento das mulheres nas unidades do CRAS é a inclusão do grupo de conversas. E é no bate-papo que são identificadas as atividades de maior identificação entre as assistidas. Cada unidade desenvolve uma oficina podendo ser de artesanato, valorizando o reaproveitamento de materiais, pintura, biscuit entre outras atividades manuais. O trabalho é desenvolvido com mulheres de todas as idades, que a partir da troca de experiências e das ações desenvolvidas, superam a depressão e situações adversas que causaram a exclusão da sociedade.

A pedagoga do CRAS Corrêas, Bétissa Vianna já trabalhou com casos em que as mulheres assistidas reingressaram nos estudos e conseguiram se recolocar no mercado de trabalho. “Nessas oficinas, além do cunho terapêutico, buscamos propor atividades em que consigam aprender algo que possam inclusive gerar renda. Muitas das assistidas não trabalham e assim, passam a obter alguma renda, além de principalmente, melhorar a autoestima delas e assim, mudar suas vidas”, destaca Bétissa.
Programação dos filmes em cartaz