Boa tarde!           Quarta 03/03/2021   15:13
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Transporte > CPTrans e Guarda articulam Operação para coibir Flanelinhas no Natal
CPTrans e Guarda articulam Operação para coibir Flanelinhas no Natal
Rotativo terá horário estendido no Centro Histórico

22/11/2018 - 16:42 - Com a previsão de receber, por dia, 12 mil veículos de passeio a mais durante o Natal Imperial, a CPTrans inicia operação em conjunto com a Guarda Civil para coibir a presença de flanelinhas. A ação prevê a ampliação do horário do estacionamento rotativo que funcionará até às 22h, período em que as lojas vão se manter abertas no Centro Histórico. As tarifas também serão mantidas: R$ 2,50 nas áreas brancas e R$ 3,50 nas áreas azuis.

“Vamos coibir o loteamento das vagas por flanelinhas, que chegam a cobrar R$ 20 para cuidar dos carros de visitantes da cidade”, afirma o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

Somando com 32 mil veículos que passam pelas ruas do Centro Histórico diariamente, o período de Natal terá cerca de 44 mil carros de passeio por dia na cidade. Com mais funcionários de rotativo nas ruas, o atendimento ao turista também vai ser melhor.

Haverá, ainda, a ampliação de vagas de estacionamento rotativo durante a semana. O lado par da Avenida Koeler no sentido Centro funcionará como local de parada de terça a domingo, entre 19h e 22h. Já a Rua da Imperatriz contará com vagas extras também a partir das 19h e até 22h. Outras áreas estão sendo estudadas e, caso haja necessidade, poderão também ser utilizadas para as vagas de rotativo.

“O crescimento de visitantes na cidade durante o Natal Imperial do ano passado serviu de amostra para termos uma expectativa muito alta nesta edição. A ordem do prefeito Bernardo Rossi é garantir uma experiência completa aos visitantes do Natal Imperial, tendo um trânsito ordeiro e espaços para que as pessoas parem seus veículos com tranquilidade ao longo dos dias e horários da festa”, explica o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.

As ruas que terão o horário estendido de terça a domingo são a Rua Nelson de Sá Earp, Barão do Amazonas, Praça da Liberdade, Rua Roberto Silveira, Alfredo Pachá, Padre Siqueira, Avenida Presidente Kenedy, lado ímpar da Avenida Koeler, Rua São Pedro de Alcântara, Praça Princesa Isabel, Avenida Tiradentes, Bosque do Imperador, Praça D. Pedro, Irmãos D’Angelo, Praça Visconde de Mauá, Rua Oscar Weinschenck, Moreira da Fonseca, Marechal Deodoro e General Osório, além do estacionamento fechado da Rua do Imperador, 125 – sendo este último com cobrança de R$ 4,50.

Em três ruas, porém, a cobrança do estacionamento rotativo estará suspensa neste período: a Rua da Imperatriz (Calçada do Museu), Avenida Tiradentes (sentido Raul de Leoni) e Avenida Presidente Kennedy (entre a Casa Barão de Mauá e a entrada da Rua Kopke). Estes espaços estão reservados para a embarque e desembarque de ônibus de turismo.

No Quitandinha também haverá alteração na cobrança. As ruas Joaquim Rolla, República do Líbano e República Argentina terão cobrança de quinta a domingo, entre 12h e 22h. O valor praticado será o da área azul, de R$ 3,50 a hora. A medida também visa coibir a atuação de flanelinhas no período em que o Palácio Quitandinha terá árvore de Natal, uma das programações deste ano.

Tarifa de Regularização

A tarifa de regularização praticada pela SinalVida em casos em que não haja o pagamento pelo rotativo poderá ser suspensa na primeira vez que o petropolitano ou turista utilizar a vaga. A suspensão da tarifa de R$ 42 pode ser feita com qualquer controlador em até 48h a partir da emissão do bilhete. A medida vista evitar a cobrança da taxa para pessoas que, por desconheceram o sistema de cobrança na cidade, paguem além do tempo que utilizou a vaga.        

Funciona assim: o usuário que parou em uma vaga e, por algum motivo, recebeu a tarifa de regulamentação pode falar com algum dos controladores identificados e explicar o desconhecimento das regras de utilização. O atendente vai verificar, pelo número da placa do veículo, se essa foi a primeira vez que o veículo parou em uma vaga de rotativo e na cidade e foi notificado e, caso afirmativo, a cobrança será suspensa, tendo o usuário que arcar, apenas, com o período que o veículo ficou na vaga.

Petrópolis conta, atualmente, com 1.739 vagas distribuídas em 52 logradouros, no Centro, Alto da Serra, Bingen, Valparaíso e Corrêas. Para utilizá-las a população conta com o aplicativo DigiPare, disponível para celulares com iOS, Android e Windows Phone; o site www.estarpetropolis.com.br; por SMS pelo número 27317, por ligação 0800-941-3444, em qualquer um dos parquímetros disponíveis - sendo que esses equipamentos aceitam pagamentos em moeda e cartão de crédito e débito; no comércio local, além dos controladores – que ficam devidamente uniformizados em horário de trabalho. 
Programação dos filmes em cartaz