Boa noite!           Domingo 28/11/2021   18:15
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Saúde apresenta números do Primeiro Quadrimestre
Saúde apresenta números do Primeiro Quadrimestre
Mais de R$ 3 milhões em recursos conquistados através de emendas parlamentares e habilitação de leitos são destaques

30/05/2018 - 16:22 - Mais de R$ 3 milhões em recursos de emendas parlamentares, habilitação de 17 leitos para o Hospital Alcides Carneiro; atendimento de mais de 20 mil casos de conjuntivite em parceria com o Corpo de Bombeiros e com o exército, a cobertura vacinal contra a Febre Amarela de 89,55% da população e mais de 220 mil consultas médicas realizadas em toda a rede. Estas foram algumas das ações apresentadas pela Secretaria de Saúde, na audiência pública que acontece a cada quatro meses e abre ao público a prestação de contas da pasta.  A audiência foi realizada terça-feira (29.05), na Câmara de Vereadores.

“Conseguimos junto ao Ministério da Saúde a habilitação de dois leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal, de cinco unidades de Cuidados Intermediário Neonatal Canguru (UCINCa) e de dez unidades de Cuidados Intermediários Neonatal Convencional (UCINCo). Foram 17 novas vagas apenas no HAC para tratamentos intensivos e intermediários nestes quatro meses”, destacou o secretário de Saúde, Silmar Fortes, lembrando que os credenciamentos permitiram novos recursos de mais de R$ 97 mil mensais.

O município conseguiu, também, mais de R$ 3,3 milhões em recursos de emendas parlamentares. A verba será destinada para a compra de um mamógrafo digital, aparelho de ultrassonografia, tomógrafo, densitômetro, equipamentos de informática e itens para as unidades básicas de Saúde (UBS).

A Secretaria de Saúde garantiu, ainda, o atendimento de 20.460 pessoas durante a epidemia de conjuntivite, em parceria com o Corpo de Bombeiros e com o 32º Batalhão de Infantaria Leve, que montaram hospitais de campanha nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) do Centro e de Cascatinha. Só na UPA Centro foram 10.382 atendimentos. Foram destaque também a cobertura vacinal contra a Febre Amarela, que chegou a 89,55% da população, e os mutirões de cirurgias geral, vascular e urológica e de exames de endoscopia no Hospital Alcides Carneiro, que atenderam 80 pessoas.

“Além dos mutirões no HAC e da contenção do surto de conjuntivite com os atendimentos nos hospitais de campanha montados nas UPAs, devemos destacar, também, a implantação de duas equipes de Núcleo de Apoio ao Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB). Realizamos ainda a apresentação da Programação Anual de Saúde de 2019 no Conselho Municipal de Saúde para aprovação e realizamos a Segunda Conferência Municipal de Políticas sobre Drogas, com a participação de mais de 200 pessoas”, frisa Silmar Fortes.

Mais de 220 mil consultas médicas realizadas

Entre janeiro e abril deste ano, a Secretaria de Saúde ofereceu 220.152 consultas médicas pela rede. Foram 117.206 nas unidades de urgência e emergência, 54.263 nos equipamentos da Atenção Básica e 48.683 nos ambulatórios de especialidades.

A Superintendência de Atenção à Saúde registrou 74.113 atendimentos com médicos, dentistas e enfermeiros só nas unidades básicas de Saúde (UBS). As UBS e as academias da Saúde realizaram, ainda, 1.935 atividades nos primeiros quatro meses de 2018. Já o Consultório na Rua fez 639 atendimentos, gerando 599 procedimentos. Destes, 92 foram de consultas odontológicas. As equipes fizeram, também, 763 escutas iniciais.

O programa da Saúde da Mulher também teve as estatísticas apresentadas na audiência pública na Câmara. De janeiro a abril, foram colhidos 5.916 exames preventivos e feitas 2.525 mamografias, 11% mais que o quadrimestre anterior. Também foram feitas 1.502 mamografias em mulheres com faixa etária entre 50 e 69 anos.

“Demos sequência ao trabalho desenvolvido pelas equipes multiprofissionais de Atenção Domiciliar e de Apoio. Realizamos 1.216 visitas, só entre janeiro e abril. Estes atendimentos envolvem clínica médica, assistência social, enfermeiro, fisioterapia, fonoaudiologia, nutricionista e psicologia adulta. Só os enfermeiros, fizeram 347 visitas”, pontuou o secretário de Saúde.

HAC amplia atendimento à população

Além da habilitação dos dois Leitos de UTI Neonatal, de cinco de Cuidados Intermediário Neonatal Canguru (UCINCA) e 10 de Cuidados Intermediários Neonatal Convencional (UCINCO) e dos mutirões, o Hospital Alcides Carneiro conseguiu neste ano a implantação do serviço de angiotomografia computadorizada no Centro de Imagens. A Direção da unidade também apresentou os números do período. O HAC fechou os quatro primeiros meses do ano com 226 leitos operacionais; 3,3 mil internações; 1.662 cirurgias realizadas e 16.561 atendimentos de urgência e emergência. Foram, ainda, 18.790 consultas ambulatoriais, com 149.726 exames.

Foram relatadas também as ações em andamento na unidade, como as habilitações da ressonância magnética e da cirurgia vascular de alta complexidade e da equipe multidisciplinar de terapia nutricional. O Ambulatório do HAC realizou 288 intervenções cirúrgicas. Destas, 153 foram cirurgias plásticas. A unidade fechou o quadrimestre com 141% da meta pactuada cumpridos.

UPAs fizeram mais de 130 mil atendimentos

As unidades de pronto Atendimento (UPA) fizeram, nestes quatro meses, 130.717 atendimentos, sendo 78.878 na unidade do Centro e 51.839 na de Cascatinha. No Centro, 78.795 foram com administração de medicamentos em atenção. A unidade realizou 48.210 exames, sendo 41.333 laboratoriais, 1.179 eletrocardiogramas, e 5.698 radiografias. Em Cascatinha, foram feitos 42.587 exames, com 36.113 laboratoriais, 1.097 eletrocardiogramas e 5.377 radiografias.

Durante o período de surto de conjuntivite, as UPAs receberam o apoio dos hospitais de campanha do Corpo de Bombeiros e do Exército. De janeiro a abril, as unidades atenderam 16.327, 80% do registrado em toda a rede própria do município. O pico do fluxo de atendimento foi no mês de março, quando 10.645 procuraram as duas unidades por conta da doença.

A Superintendência Hospitalar de Urgência e Emergência destacou, ainda, os atendimentos nos hospitais municipais Nelson de Sá Earp (HMNSE) e Leônidas Sampaio, no Alto da Serra. Só no Nelson de Sá Earp, foram 19.267 atendimentos de urgência, sendo 15446 só de ortopedia. A unidade realizou, ainda, 1.601 atendimentos de clínica geral e 2.220 em psiquiatria. O HMNSE proporcionou, também, 59.347 exames, com40.331 sendo laboratoriais e 17.847 radiografias. O hospital tem 62 leitos operacionais, com média de 388 internações por mês. Foram agendadas 1.347 consultas de infectologia e 11.380 de ortopedia, totalizando 12.727, entre janeiro e abril.

Já o Pronto Socorro Leônidas Sampaio realizou 38.460 atendimentos neste período, sendo 9.073 de clínica médica. A unidade fez 19.020 exames laboratoriais e 3.023 radiografias.

A audiência pública foi presidida pelo vereador Justino do RX, que é presidente também da Comissão em Defesa da Saúde da Câmara. O vereador destacou os avanços que a pasta tem obtido.

“Tivemos uma apresentação que demonstra que apesar das dificuldades enfrentadas na pasta, os avanços estruturais e no atendimento seguem, mas vamos seguir fiscalizando e cobrando melhorias para a nossa saúde, para que possamos avançar ainda mais”, disse.
Programação dos filmes em cartaz