Bom dia!           Terça 17/07/2018   06:50
Receba nossos informativos: Nome: Email:
Home > Saúde > Secretaria de Saúde realiza Vacinação Volante em Áreas Rurais e de Matas
Secretaria de Saúde realiza Vacinação Volante em Áreas Rurais e de Matas
Petrópolis é um dos municípios que mais imunizou contra Febre Amarela

Proteção contra doença já atinge 200 mil petropolitanos

15 unidades de Saúde aplicam as doses de segunda à sexta-feira de 8 às 16h

12/04/2018 - 17:00 - Seguindo a determinação do Ministério da Saúde em ter 100% da população de todo o país protegida contra febre amarela até 2019, a Secretaria de Saúde vem ampliando as ações de monitoramento e de vacinação volante no município. A divulgação das 15 unidades que estão aplicando a vacina diariamente, de 8 às 16h também foi ampliada. Petrópolis é um dos municípios que mais imunizou contra a doença em todo o Estado do Rio. Foram mais de 200 mil doses aplicadas em um ano de campanha ininterrupta. Como resultado, nenhum petropolitano contraiu a doença durante a estação de maior incidência de casos, o verão.

A Secretaria de Saúde está fazendo um trabalho de varredura por todos os bairros do município, preferencialmente os de áreas de mata fechada e rurais. No processo, os Agentes Comunitários de Saúde, de Endemias e das equipes dos postos e unidades de Saúde estão entrevistando os moradores para disponibilizar as doses para quem ainda não se protegeu contra febre amarela.

“É um trabalho incansável de toda equipe que está indo de casa em casa para ver quem se vacinou ou não e assim disponibilizar as doses. Nessa varredura a Saúde identificou muitas pessoas que não se vacinaram mesmo morando próximo aos postos que oferecerem as vacinas e em meio a tantos dias D de vacinação. Precisamos sensibilizar as pessoas de que a única forma de se proteger da doença é se vacinando”, afirma o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

Ele também reforça que durante o trabalho de monitoramento é preenchido um checklist com o número de imunizados por região e também é levado um termo caso algum morador se recuse a tomar a vacina.

“São poucos os que se recusam a tomar a vacina, mas mesmo assim orientamos sobre a importância da proteção e se a pessoa se recusar ela assina o termo. Temos que agradecer a todos os comerciantes e pessoas que disponibilizaram as suas casas paras serem unidades volantes durante esse período de março até agora. Esperamos ter até o final de abril um relatório completo de quantas pessoas estão protegidas contra febre amarela em nosso município”, disse, Silmar Fortes.

Toda população deve ser vacinada contra Febre Amarela

A indicação da vacina é para toda a população acima dos nove meses de idade. A recomendação vale também para idosos, gestantes e mulheres que ainda estão amamentando que são avaliados epidemiologicamente pelo profissional de saúde da unidade que aplicará a vacina. O novo protocolo de imunização da Secretaria de Estado de Saúde foi implantado no município em fevereiro deste ano.

Como medida de prevenção a Secretaria de Saúde fez no ano passado um cinturão de imunização nas áreas de matas fechadas e rurais. Neste ano, a Saúde realizou Dia D de vacinação e vem fazendo uma pesquisa junto aos bairros em busca de pessoas que ainda não se vacinaram para indicar o posto para se vacinar.

Doses no município não são fracionadas

Ao contrário das 15 cidades do Estado que estão com as doses fracionadas, com proteção por até oito anos, em Petrópolis continua sendo aplicada a dose única, de 0,5 ml, preconizada pela Organização Mundial da Saúde para proteção para a vida toda contra a doença. Para se vacinar é preciso apresentar documento de identificação e menores de 18 anos a caderneta de vacinação.

“O nosso município segue sem nenhum petropolitano contaminado por Febre Amarela e sem nenhum óbito. Queremos manter esses índices. Para isso, a população precisa se vacinar. Há doses o suficiente em estoque para proteger a nossa população”, afirma o secretário de Saúde, Silmar Fortes.

A vacina possui contraindicações absolutas para os menores de nove meses, pacientes com imunossupressão (pessoas em tratamento de quimioterapia, radioterapia, ou com uso de corticoide, por exemplo), e pessoas soropositivas.

“Pessoas com mais de 60 anos, gestantes, mulheres que estão amamentando devem se vacinar considerando o risco de adoecer a que estão submetidas. Hoje há circulação do vírus no estado então se deve considerar a vacinação. Se não houver contraindicação clínica, a recomendação é que se vacine toda a população de mais de nove meses de idade”, afirmou o infectologista Erick Cândido.

Lista dos postos de Saúde e demais locais de vacinação:

*Atendimento de segunda a sexta-feira de 8h às 16h – Com intervalo de 1 hora de almoço

- Centro de Saúde Coletiva - Rua Santos Dumont, S/Nº

- PSF Alto da Serra - Rua Teresa, 2.024 (Praça Miguel Couto)

- PSF São Sebastião - Rua São Sebastião nº 625

- UBS Alto Independência - Rua Ângelo João Brand s/n

- UBS Quitandinha - Rua General Rondon nº 400

- Ambulatório Escola –  Rua HívioNaliato nº 169

- UBS Itamarati - Rua Bernardo Proença nº 32

- Hospital Alcides Carneiro - Rua Vigário Corrêa, 1.345

- UBS Morin - Rua Pedro Ivo, nº 81 – Morin

- UBS Itaipava - Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues s/n

- UBS Pedro do Rio - Estrada União e Indústria s/n

- PSF Posse - Estrada União de Indústria nº 33.530

- Coordenação Epidemiologia - Hospital Municipal Nelson de Sá Earp Rua Paulino Afonso, 455

- UBS Mosela - Rua Mosela nº 744

Funcionamento especial

- UBS Retiro - Av. Barão do Rio Branco s/n – Horário de funcionamento de 13h às 19h
Spa Serra Morena